Ultrapar avança com Ipiranga retomando 2º lugar na distribuição de diesel

out 18, 2018

No início da sessão desta quinta-feira na bolsa paulista, as ações da Ultrapar (SA:UGPA3), dona da distribuidora Ipiranga, operam com leve valorização de 0,32% a R$ 40,77. Ontem, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que a companhia voltou ao segundo lugar entre as principais distribuidoras de diesel no país.

Para a Mirae Asset, a notícia é positiva para a Ipiranga e consequentemente para as ações UGPA3, que se encontra descontada em bolsa. Os analistas acreditam que o consumo de combustíveis continue aumentando nos próximos trimestres e que a companhia siga se recuperando. A recomendação da corretora é de compra, com preço justo em R$ 53,19.

Na média do primeiro trimestre, a Ipiranga figurava em terceiro lugar, com participação de mercado nas vendas de diesel de 19,75 por cento, atrás da Raízen. A Raízen, uma joint venture entre Cosan (SA:CSAN3) e Shell, ficou com participação de 21,05 por cento no primeiro semestre, contra 21,10 por cento no primeiro trimestre. Já a BR Distribuidora (SA:BRDT3), da Petrobras (SA:PETR4), segue em primeiro lugar, com participação de mercado nas vendas de diesel de 31,10 por cento na primeira metade do ano, ante 31,07 no primeiro trimestre.

A controlada da Petrobras tinha 31,46 por cento do mercado de distribuição de diesel no primeiro semestre de 2017, enquanto a Ipiranga possuía 21,58 por cento, e a Raízen, 20,41 por cento.

Já em relação ao fornecimento de diesel no Brasil, a Petrobras ganhou mercado, diante da dificuldade de importadores com o programa de subsídios do governo.

A empresa apareceu com 78,13 por cento no fechamento do primeiro semestre, ante 72,41 por cento no primeiro trimestre.