Moedas - dólar recua de máxima de 9 semanas, Euro tem leve alta

out 25, 2018

O dólar norte-americano recuava da máxima de nove semanas em relação a uma cesta de moedas na quinta-feira, e o euro subia em um comércio cauteloso, já que uma onda de vendas nos mercados de ações globais ganhou força, atingindo o apetite pelo risco.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, manteve-se estável em 96,16 às 5h32, não muito longe do pico de nove semanas de 96,31 alcançado na quarta-feira.

O dólar se fortaleceu na quarta-feira, com os investidores buscando ativos de refúgio seguro em meio a uma liquidação de ações, mas apesar das quedas nos mercados estrangeiros, os movimentos nos mercados de câmbio permaneceram modestos.

Os mercados de açõe continuaram a cair na quinta-feira em meio a preocupações dos investidores com relação a uma longa lista de questões econômicas e geopolíticas.

Temores sobre a saúde da economia global, aumento as taxas de juros dos EUA, o assassinato de Jamal Khashoggi e as guerras comerciais globais, juntamente com alguns resultados corporativos decepcionantes, contribuíram para uma atmosfera de crescente aversão ao risco.

O dólar foi pouco alterado contra o porto seguro do iene, com o par USD/JPY em 112,29, após cair para 111,82 durante a noite.

O euro subia um pouco, com o par EUR/USD avançando 0,1%, para 1,1402 após cair 0,63% na sessão anterior.

A moeda única permaneceu apoiada antes da reunião do Banco Central Europeu de outubro no final do pregão, em que se esperava que as taxas de juros e as diretrizes futuras fossem suspensas.

A libra estava em ligeira alta frente ao dólar, com o par GBP/USD avançando 0,11% para 1,2894.

A libra esterlina permaneceu sob pressão, enquanto as negociações do Brexit continuavam paralisadas com apenas cinco meses, até que a Grã-Bretanha deixe a UE.