Moedas - Dólar permanece próximo à máxima de 4 meses em 4ª semana de ganhos

mai 07, 2018

Investing.com - O dólar norte-americano iniciou a semana em uma continuação do recente impulso ascendente depois de três semanas consecutivas de ganhos.

Às 05h52 desta segunda-feira, o índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, avançava 0,18% para 92,59, não muito distante de 92,75, pico de 2018.

Em uma sessão sem grandes relatórios econômicos, os investidores estarão atentos a aparições públicas de membros do Federal Reserve para avaliar a trajetória futura da política monetária.

Os integrantes do Fed Rafael Bostic, Tom Barkin, Charles Evans e Robert Kaplan farão discursos ao longo do dia nesta segunda-feira.

O relatório de empregos mais recente, divulgado na última sexta-feira, mostrou que foram criados menos empregos do que o esperado em abril, mas a taxa de desemprego caiu para {{ec-300||3,9%}}, seu nível mais baixo desde dezembro de 2000.

A inflação de salários permaneceu moderada, com um aumento de 2,6% em relação ao ano anterior, aquém das expectativas de aumento de 2,7%.

O aumento nos salários é acompanhado de perto pelo Federal Reserve na busca de evidências de menor folga no mercado de trabalho e pressões inflacionárias ascendentes. Economistas geralmente consideram que um aumento de 3,0% ou mais seria consistente com inflação em alta.

Os dados fizeram pouco para alterar as expectativas do mercado em relação à política monetária do Fed, com o próximo aumento dos juros precificado para junho e outro aumento em setembro. Apostas de um quarto aumento em 2018 no final do ano permaneciam em cerca de 42% no momento em que este artigo é escrito.

Em pares de moedas, o par GBP/USD avançava 0,05%, para 1,3538, com os investidores do Reino Unido comemorando um feriado nesta segunda-feira.

Enquanto isso, o euro permanecia sob pressão, com investidores continuando a pesar sinais de que a economia da zona do euro estaria perdendo força. Entre os relatórios divulgados nesta segunda-feira, as encomendas à indústria da Alemanha registraram uma queda surpreendente de 0,9%.

O índice da atividade dos gestores de compras (PMI, na sigla em inglês) da zona do euro para o setor varejista apresentou contração, com a queda mais acentuada nas vendas anuais nos últimos 13 meses.

O índice Sentix de confiança do investidor na zona do euro também caiu inesperadamente para 19,2 em maio, aquém das expectativas de um avanço para 21,2.

O par EUR/USD recuava 0,23% para 1,1933.

O dólar também avançava 0,32% em relação ao franco suíço, pois a Suíça registrou queda nos dados de inflação de abril.

Na Ásia, o par USD/JPY avançava 0,14% para 109,26, após o período de feriado da Semana Dourada do Japão. As atas da reunião de política monetária do Banco do Japão foram divulgadas na manhã de segunda-feira. O banco central manteve sua política monetária acomodatícia como estava e seu presidente sinalizou sua prontidão para acelerar os estímulos se a economia perder força.