Ibovespa futuro abre a sessão desta quinta-feira com valorização

ago 16, 2018

Depois de fechar a sessão de ontem com forte queda de 2,20%, o índice futuro do Ibovespa abre a sessão desta quinta-feira com recuperação, ganhando 0,66% aos 78.035 pontos, cenário positivo que se repete nas bolsas da Europa e também nos índices futuros de Wall Street.

Os mercados de ações chineses atingiram níveis próximos às mínimas de dois anos e meio durante o pregão nesta quinta-feira, com a recente queda do iuan reduzindo a confiança dos investidores, mas notícias sobre negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China ajudaram a recuperar parte das perdas.

O iuan da China recuou para a mínima de 15 meses contra o dólar no dia anterior e se aproximou do nível não visto desde 2008, com o dólar estendendo ganhos e uma série de dados apontando para desaceleração adicional na economia chinesa.

A tensão segue presente nos mercados internacionais, com os investidores preocupados com o crescimento da economia chinesa para os próximos anos. A disputa comercial entre Estados Unidos e China segue no radar, apesar dos sinais de arrefecimento das tensões. Por outro lado, a tensão gerada pela crise na Turquia e as ameaças tarifarias entre o governo turco e americano trazem novas incertezas aos investidores.

A agenda americana reserva alguns indicadores de destaque, como o de Casas Iniciadas, Pedidos de Auxílio-Desemprego e o Índice de Atividade do Fed da Filadélfia. No entanto, o mercado está na expectativa da divulgação da ata do Fomc, na próxima quarta-feira.

No segundo trimestre de 2018, a taxa de subutilização da força de trabalho (que agrega os desocupados, os subocupados por insuficiência de horas e a força de trabalho potencial) foi de 24,6%, o que representa 27,6 milhões de pessoas. O resultado ficou estatisticamente estável em relação ao primeiro trimestre de 2018 (24,7%) e subiu na comparação com o segundo trimestre de 2017 (23,8%).

A partir desta quinta-feira começa oficialmente a propaganda eleitoral. Pela legislação, as regras exigem menos barulho e obediência a horários e normas. A propaganda eleitoral na internet é permitida desde que não seja paga. Os diretórios partidários deverão instalar nas sedes serviços telefônicos para atender aos eleitores.

Bolsas Internacionais

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,05 por cento, a 22.192 pontos. Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 0,82 por cento, a 27.100 pontos. Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,63 por cento, a 2.705 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,44 por cento, a 3.277 pontos.

Na Europa, o dia sinaliza ser de recuperação para os mercados. Em Frankfurt, o DAX tem ganhos de 0,28% aos 12.197,45 pontos, enquanto em Londres o FTSE soma 0,69% aos 7.549,50 pontos. Já em Paris, o CAC tem valorização de 0,57% aos 5.530,60 pontos.

Commodities

A sessão desta quinta-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi mais uma vez marcada pela forte desvalorização nos contratos futuros do minério de ferro, que voltaram a ser negociados abaixo do patamar de 500 iuanes. Os ativos com data de vencimento em janeiro de 2019 tiveram perdas de 2,08%, fechando assim o dia a 493,50 iuanes por tonelada, representando variação diária de 10,50 iuanes.

Para o vergalhão de aço, que tem os contratos negociados na bolsa de Xangai, a sessão foi de leve desvalorização para o ativo de maior liquidez (para janeiro de 2019), que avançou 9 iuanes a 4.163 iuanes por tonelada. Já o segundo ativo mais negociado (outubro), que até a sessão de ontem era o de maior volume, teve queda de 15 iuanes, para um total de 4.329 iuanes por tonelada.

A sessão é de ganhos para o petróleo nos mercados internacionais. Em Nova York, o barril do tipo WTI tem queda de 0,06%, ou US$ 0,04, a US$ 64,97. Em Londres, o barril tem ganhos de 0,20%, ou US$ 0,14, a US$ 70,90.

Mercado Corporativo

A Petrobras (SA:PETR4) negou na noite de quarta-feira a existência de pressão interna contra a venda da fatia na petroquímica Braskem (SA:SA:BRKM5), em resposta a um pedido de esclarecimento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O pedido foi motivado por uma reportagem publicada no jornal Valor Econômico, na segunda-feira, afirmando que um grupo de técnicos da estatal está tentando dissuadir conselheiros e o alto escalão de exercerem o direito de venda da fatia na petroquímica.

No esclarecimento, a Petrobras disse que, conforme divulgado anteriormente, caso a negociação entre a Odebrecht e a holandesa LyondellBasell seja finalizada com êxito, a Petrobras "irá analisar os termos e condições da oferta, de forma a avaliar o eventual exercício dos direitos da companhia previstos no acordo de acionistas da Braskem".

A brasileira Vale (SA:VALE3) quer ser a maior mineradora ambientalmente "friendly" (amigável) do mundo e avalia que endereçar bem questões ambientais pode ser uma "oportunidade" de redução de custos, conforme a companhia adota medidas voltadas a mitigar o impacto de suas atividades.

"Teremos o mínimo de rejeitos indo para barragens (no futuro)", disse nesta quarta-feira o diretor de Estratégia, Exploração, Novos Negócios e Tecnologia da companhia, Juarez Saliba de Avelar, durante evento em São Paulo.

Ele citou transportes e métodos de exploração mais eficientes, além do próprio minério de alta qualidade produzido pela empresa, como fatores para ser uma empresa que produz menos impactos ao meio ambiente.

A mineradora Anglo American (LON:AAL) espera ter no segundo trimestre do próximo ano a licença operacional para a expansão do sistema de minério de ferro Minas-Rio, disse nesta quarta-feira à Reuters o CEO da companhia no país, Ruben Fernandes.

Além disso, a empresa mantém a perspectiva de retomar, no quarto trimestre deste ano, o funcionamento do mineroduto que se rompeu em março, interrompendo a produção do sistema Minas-Rio.

O executivo avaliou ainda que os contratempos não atrapalham a obtenção de licença para expansão da mina do projeto Minas-Rio.

"São processos independentes. O mineroduto é licenciado pelo Ibama, uma licença independente das licenças da mina e da planta", frisou ele.

A Kroton (SA:KROT3), maior grupo privado de educação superior do país, anunciou nesta quarta-feira a emissão de 5,5 bilhões de reais em debêntures para financiar a compra da Somos Educação.

Além de financiar a compra da Somos, os recursos serão usados para fortalecer o capital da Saber, grupo controlado indiretamente pela Kroton e focado em educação básica.

A captação será feita em três séries. A primeira, de 1,13 bilhão de reais, tem vencimento em agosto de 2021 e embute taxa CDI mais 0,75 por cento ao ano. A segunda série, de 4,26 bilhões de reais, vence em agosto de 2023, paga CDI mais 1 por cento anual. A terceira série, 106 milhões de reais, vence em agosto de 2025 e inclui juro prefixados de 6,7234 por cento ao ano.

A diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quarta-feira uma minuta de resolução que busca trazer transparência na formação dos preços dos combustíveis, biocombustíveis e gás natural para os órgãos públicos e para o público geral.

A iniciativa da ANP foi tomada após a paralisação de caminhoneiros em maio, quando os manifestantes protestaram contra os altos custos do diesel.

Entre as principais medidas propostas, informou a reguladora em nota, estão a obrigatoriedade a todos os produtores e importadores de derivados de petróleo e biocombustíveis de informar, à ANP, o preço e todos os componentes da fórmula de preço, por produto e ponto de entrega, sempre que houver reajuste de preços e/ou alteração de parâmetros da fórmula.

O presidente da Eletrobras (SA:ELET3), Wilson Ferreira Jr., afirmou nesta quarta-feira que está positivo em relação ao leilão de quatro distribuidoras da elétrica previsto para 30 de agosto, independentemente do projeto de lei que soluciona passivos das concessionárias no Norte e Nordeste junto a fundos do setor elétrico.

Para o projeto ser aprovado, ele ainda precisa passar por três comissões no Congresso, isso em um período eleitoral, quando a frequência de votações importantes diminui.

Segundo o executivo, medidas relacionadas a dívidas dessas companhias tomadas pela Eletrobras permitem dar segurança aos possíveis interessados nessas empresas.

Agenda de Autoridades

O dia do presidente Michel Temer tem início com a Cerimônia de assinatura de MP que abre linha de crédito para Santas Casas e Hospitais Filantrópicos. Na parte da tarde, participa da reunião do Núcleo Social, fechando o dia recebendo o ex-governador de Sergipe, Albano Franco.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tem em sua agenda reunião da Junta de Execução Orçamentária (JOE). Ao final do dia, dará uma palestra na Semana Acadêmica da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Com Reuters.