Futuros do minério de ferro têm valorização de 2,16% em Dalian

nov 08, 2018

Após três dias consecutivos de quedas, a quinta-feira foi marcada pela recuperação dos preços do minério de ferro na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. O ativo com data de entrega em janeiro de 2019, o de maior liquidez, teve valorização de 2,16%, encerrado assim a sessão de hoje negociado a 520,00 iuanes por tonelada.

Assim como em Dalin, a jornada também foi positiva para os papéis mais importantes do vergalhão de aço, que são transacionados na bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com maior volume de negócios, com entrega no mês de janeiro do próximo ano, teve alta de 47 iuanes, para um total de 3.986 iuanes por tonelada. Já o segundo mais negociado, para maio de 2019, ganhou 7 iuanes para 3.584 iuanes por tonelada.

Os índices acionários chineses fecharam em queda pela quarta sessão consecutiva nesta quinta-feira, uma vez que os investidores permaneceram preocupados com as perspectivas comerciais e aguardavam sinais concretos de apoio à economia e aos mercados.

"As eleições parlamentares dos Estados Unidos terminaram e o Partido Democrata retomou o controle da Câmara dos Deputados, mas isso não aliviou as preocupações do mercado com o conflito comercial entre a China e os EUA", disseram analistas da Guosheng Securities em nota. Eles disseram que a política econômica interna continua sendo o fato decisivo para a direção das ações neste momento, e que ela está atualmente em uma fase de "estabilização".

A China divulgou exportações mais fortes do que o esperado em outubro uma vez que os exportadores apressaram os embarques para os Estados Unidos, seu maior parceiro comercial, devido à entrada em vigor de tarifas mais altas no início do próximo ano. O crescimento das importações também veio acima das expectativas, sugerindo que o esforços de Pequim para frear a desaceleração da economia podem estar lentamente fazendo efeito.

Com Reuters.