CPFL Renováveis tem leve queda com adiamento de OPA para o dia 16

jun 05, 2018

Investing.com - As ações da CPFL Renováveis operam com leve queda de 0,49% a R$ 16,10 na parte da tarde desta terça-feira na bolsa brasileira. A companhia anunciou que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) adiou par ao dia 18 de junho o prazo para que a chinesa State Grid recalcule o preço de uma oferta pública para aquisição (OPA) da fatia de acionistas minoritários na companhia.

A oferta é obrigatória depois de a State Grid, maior elétrica do mundo, ter comprado a CPFL Energia (SA:CPFE3), controladora da CPFL Renováveis. A empresa já realizou uma oferta pela fatia dos minoritários na CPFL, líder privada no setor de eletricidade no Brasil.

No início de maio, a CVM disse que o cálculo da chamada "demonstração justificada de preço (DJP)" deverá utilizar dados anuais de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia, em vez de trimestrais, "de modo a evitar distorções decorrentes de efeitos sazonais e incorporação de visão prospectiva das companhias, a fim de refletir as diferenças em suas expectativas de crescimento".

Os demais documentos da oferta que fazem menção à DJP também deverão ser alterados, refletindo as mudanças realizadas no documento em função da decisão do órgão regulador.

No fato relevante, a CPFL Renováveis disse que "voltará a divulgar a seus acionistas e ao mercado em geral quaisquer desdobramentos relevantes".