Bitcoin em baixa, advogados da Coreia do Sul pedem regulamentação das criptomoedas

nov 08, 2018

Os preços da criptomoeda foram menores na quinta-feira, quando os advogados da Coreia do Sul pediram ao governo que aprovasse uma estrutura legal para as moedas digitais.

A Ordem dos Advogados da Coréia pressionou o governo na quinta-feira, dizendo que a legislação é necessária para promover a indústria e proteger os consumidores.

"Instamos o governo a romper com as percepções e hesitações negativas e a elaborar projetos de lei para ajudar a desenvolver a indústria de blockchain e evitar efeitos colaterais envolvendo criptomoedas", disse o presidente da Associação de Advogados, Kim Hyun.

É raro a associação, da qual todos os advogados locais são membros obrigatórios, fazer campanha por grupos de interesse, informou a Reuters.

A Coréia do Sul disse que decidirá sobre o regulamento do blockchain assim que um estudo atual estiver concluído.

O Bitcoin recuava 0,50% para US$ 6.545,50 na bolsa Bitfinex, a partir das 9h38.

As criptomoedas operavam em leve baixa de forma geral, com o valor total de capitalização de mercado total em US$ 217 bilhões no momento de redação desta matéria, em comparação com US$ 219 bilhões na quarta-feira.

A Ethereum, ou éter, caía 2,20% para US$ 217,42 e o Litecoin estava em US$ 54,214, uma queda de 2.03%, enquanto XRP caía 4,27% para US$ 0,51874.

Em outras notícias, o vice-primeiro-ministro da Tailândia, Wissanu Krea-ngam, quer mais regulamentações sobre moedas virtuais. O Krea-ngam acredita que novas medidas são necessárias, tanto a nível nacional quanto internacional, para proteger a segurança do consumidor, informou o Bangkok Post.

"As leis precisam ser alteradas no futuro para que possamos acompanhar melhor as mudanças tecnológicas", disse Krea-ngam.

Na quarta-feira, o governo tailandês revelou planos de usar a tecnologia blockchain para rastrear pagamentos de impostos. Tailândia introduziu um quadro regulamentar para criptomoedas no início do ano.