Após greve dos caminhoneiros, Santander corta expectativa do PIB para 2% em 2018

jun 11, 2018

Investing.com - O Santander (SA:SANB11) revisou atualização do cenário econômico para 2018, com os números reduzidos após a greve dos caminhoneiros. Agora, na visão dos analistas do banco, a economia brasileira deverá registrar crescimento de 2,0%, contra 3,2% da estimativa anterior

A visão é que os dez dias de paralisação resultaram em escassez de importantes insumos e interrupção da produção em diversas indústrias, o que leva a um impacto significativo sobre a atividade econômica.

Diante desse cenário, o banco espanhol revisou a projeção de crescimento do segundo trimestre de 0,8% para 0,2%, na comparação com o período imediatamente anterior. Além disso, os analistas acreditam que os efeitos negativos sobre a confiança do empresariado e dos consumidores devem prejudicar consumo e investimentos no próximo semestre.

Desta forma, a estimativa é de um impacto negativo de 0,7 ponto percentual sobre o crescimento do PIB neste ano, considerando os efeitos diretos e indiretos. Além disso, o fraco desempenho da atividade no primeiro trimestre levou o banco a revisar a estimativa geral do PIB, perdendo 1,2 ponto percentual em relação ao cenário anterior.

Para 2019, a expectativa segue de crescimento de 3,2%.