Petróleo avança 2,5% com aproximação de furacão dos EUA e Irã reduzindo exportação

set 11, 2018

Os preços do petróleo bruto WTI fecharam em alta nesta terça-feira, com o mercado de energia liderado pelo aumento nos preços da gasolina, já que o furacão Florence se aproxima da Costa Leste dos EUA.

Na Bolsa Mercantil de Nova York, o contrato futuro do WTI para entrega em outubro subiu 2,5%, para US$ 69,25 por barril, enquanto na Bolsa Intercontinental de Londres, o Brent avançou 2,25%, para encerrar o dia negociado a US$ 79,11 por barril.

Os investidores aumentaram as apostas em um novo avanço nos preços do petróleo ao acompanhar os sinais dos meteorologistas de que o furacão Florence pode ser a tempestade mais forte a atingir os estados da Carolina do Norte e Carolina do Sul em 60 anos. A tormenta deverá chegar ao continente no final desta semana.

A pressão de alta no petróleo ocorre em meio a um aumento da demanda com refinadores acelerando a produção antes de que com receio de que o furacão poderá interromper a atividade na região. Em um segundo momento, a tormenta poderá, segundo analistas, pressionar a demanda, reprimida pela redução das atividades cotidianas.

Além do furacão, o viés otimista dos preços do petróleo foi embalado por sinais de que as sanções dos EUA contra o Irã estariam forçando os clientes a abandonar o petróleo do país.

A França e a Coréia do Sul supostamente cortaram as compras de petróleo iraniano, forçando a República Islâmica a remover efetivamente parte do petróleo dos mercados globais, disse a Bloomberg.

O presidente Donald Trump retirou os Estados Unidos do acordo nuclear iraniano em maio, permitindo que as sanções contra o Irã fossem reestabelecidas. A primeira onda de sanções entrou em vigor no mês passado e um segundo conjunto de sanções contra as exportações de petróleo do Irã está previsto para o início de novembro.

Com o fechamento do dia, o foco do investidor muda para novos dados de oferta de petróleo dos EUA, que deverão mostrar uma redução nos estoques pela terceira semana consecutiva.

Os dados de estoque de petróleo dos EUA do grupo privado American Petroleum Institute serão publicados mais tarde na sessão às 17h30, enquanto os números oficiais da EIA estão programados para serem liberados na quarta-feira às 11h30.