Copasa cai mais de 3% com resultado trimestral aquém das expectativas

jul 27, 2018

A Cia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa (SA:CSMG3)) divulgou nesta sexta-feira o balanço referente ao segundo trimestre do ano, com os números ficando abaixo do esperado pelo mercado. Dessa forma, as ações da estatal mineira recuam 3,58% a R$ 41,46 na bolsa paulista.

Para a Coinvalores, os números foram aquém do esperado. Os analistas explicam que o desempenho da companhia ficou praticamente estável frente ao 2T17, com a mudança na metodologia contábil da PPP do Rio Manso impactando os custos, junto com a situação hídrica mais adversa, que elevou a rubrica de serviços de terceiros.

O volume de provisões também aumentou no trimestre, corroendo o ganho de 9,5% na receita líquida e levando ao recuou de 2,1 p.p. margem EBITDA , em doze meses.

Na opinião da Mirae Asset, o resultado foi neutro e os analistas não esperavam impacto nas cotações. Apesaar disso, para o segundo semestre, o cenário é positivo, com o impacto do reajuste tarifário, onde deverá melhorar a margem EBITDA da empresa. A corretora mantém a recomendação de compra, com potencial de valorização de 23%.

Resultado

A Copasa anunciou um lucro líquido de R$ 110,15 milhões no segundo trimestre de 2018, valor 0,66% inferior ao lucro líquido apurado no mesmo período do ano anterior. Na comparação com o os três primeiros meses de 2018, quando teve lucro líquido de R$ 164,23 milhões, houve uma diminuição de 32,93% na performance da companhia.

Já a receita líquida da companhia aumentou 16,21% de um ano para o outro, passando de R$ 995,14 milhões para R$ 1,16 bilhão. Em relação ao último trimestre (R$ 1,13 bilhão), a receita aumentou 2,21%.