Com cena eleitoral, Ibovespa futuro abre a sessão de quarta-feira em queda

set 19, 2018

Após fechar a sessão de ontem em alta, o índice futuro do Ibovespa abre os negócios desta quarta-feira em queda de 0,58% aos 77.660 pontos, com o mercado reagindo à nova pesquisa do Ibope divulgada na noite de ontem, que traz um cenário mais claro que a disputa do segundo turno deve ser mesmo entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

A China vai usar a guerra comercial como uma oportunidade para substituir as importações, promover a localização e acelerar o desenvolvimento de produtos de alta tecnologia, afirmou o estatal People's Daily em um artigo de primeira página nesta quarta-feira.

O governo norte-americano afirmou na segunda-feira que começará a cobrar novas tarifas de 10 por cento sobre 200 bilhões de dólares em produtos chineses em 24 de setembro, com as tarifas subindo a 25 por cento até o final de 2018.

Na agenda americana, o dia será marcado pela divulgação dos estoques de petróleo no país, o que deve contribuir nos preços internacionais das commodities. Além disso, um novo indicador do mercado imobiliário será revelado, o de casas iniciadas.

No Brasil, uma nova pesquisa do Ibope sobre intenções de votos a candidatos a presidente foi divulgada na noite de ontem. O levantamento indica que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tem 28% das intenções de voto e Fernando Haddad (PT), 19% . Ciro Gomes (PDT) teve 11%; Geraldo Alckmin (PSDB), 7% e Marina Silva (Rede), 6%.

Hoje, ao final do dia, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central divulga o resultado na reunião de setembro. O mercado dá como certo que o comitê deve manter os juros inalterados em 6,5%. Com isso, as atenções ficam para o comunicado, que pode trazer sinais em meio a um cenário turbulento devido às eleições.

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,08 por cento, a 23.672 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,19 por cento, a 27.407 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,14 por cento, a 2.730 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,32 por cento, a 3.312 pontos.

Na Europa, a sessão se mostra positiva nas praças mais importantes do continente. Em Frankfurt, o DAX tem valorização de 0,20% aos 12.180,50 pontos, enquanto que em Londres o FTSE avança 0,08% aos 7.306,00 pontos. Já em Paris, o CAC soma 0,28% aos 5.378,82 pontos.

Commodities

Ao final da sessão desta quarta-feira, os contratos futuros do minério de ferro registraram leve valorização, na bolsa chinesa de mercadorias de Dalian. O ativo de maior liquidez, para janeiro do próximo ano, teve ganhos de 0,20%, fechando assim o dia a 505,00 iuanes por tonelada. A variação diária do ativo foi de apenas 1 iuan.

No caso do vergalhão, o dia também foi de valorização para a maior parte dos contratos transacionados na bolsa de mercadorias de Xangai, também na China. O contrato de maior liquidez, para janeiro de 2019, teve ganhos de 13 iuanes para um total de 4.144 iuanes por tonelada. O segundo contrato mais líquido passou a ser o com data de entrega para maio de 2019, e teve alta de 26 iuanes para 3.865 iuanes por tonelada.

Após seguidas altas, o preço do petróleo deu uma estabilizada nos mercados internacionais. O barril do tipo WTI, negociado em Nova York, opera estável a US$ 69,59, enquanto que em Londres o Brent cai 0,06%, ou US$ 0,05 a US$ 78,98.

Mercado Corporativo

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta terça-feira um primeiro pagamento à Petrobras (SA:SA:PETR4) no âmbito do programa de subsídio ao diesel, do governo federal, de 871,5 milhões de reais, após criticas no mercado referentes a atrasos.

O valor é apenas uma parcela dos até 2,5 bilhões de reais que a petroleira de controle estatal espera receber ao longo das próximas duas semanas devido ao programa, segundo disse à Reuters do diretor-executivo financeiro e de relacionamento com investidores da estatal, Rafael Grisolia.

A aprovação da ANP ocorre após a consultoria INTL FCStone publicar nesta terça-feira ver risco para suprimento de diesel no Brasil neste ano, devido a problemas no pagamento e no cálculo de subsídios, o que tem levado a Petrobras a elevar suas compras externas, enquanto importadoras do combustível param suas atividades.

A Eletropaulo (SA:ELPL3) informou nesta terça-feira que concluiu o aumento de capital de 1,5 bilhão de reais planejado pela empresa e agora o conselho de administração se reunirá para homologação, informou a empresa em comunicado ao mercado.

A companhia informou que todas as 33.171.164 novas ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal emitidas foram subscritas e integralizadas, pelo preço de emissão de 45,22 reais, totalizando 1,5 bilhão de reais.

O aumento de capital havia sido aprovado em julho pelo conselho de administração da Eletropaulo, com o objetivo de viabilizar a execução do plano de investimento e reforçar o caixa da empresa para fazer frente a necessidades e obrigações de curto prazo.

"Nova reunião do conselho de administração da companhia será convocada para homologar o aumento de capital", informou a Eletropaulo, acrescentando que as novas ações emitidas serão creditadas e incluídas na posição dos acionistas em até quatro dias úteis após a homologação.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tem levantado dados para preparar um "diagnóstico" sobre as tarifas de eletricidade no país e sugerir medidas que o próprio órgão, o governo ou parlamentares poderiam tomar para conter a escalada dos custos, disse nesta terça-feira o diretor-geral da reguladora, André Pepitone.

As tarifas residenciais de energia acumulam alta de 62 por cento entre o final de 2013 e o primeiro trimestre 2018, o dobro da variação de 30 por cento da inflação no período medida pelo IPCA, segundo dados da própria Aneel.

"Estamos fazendo uma avaliação, um diagnóstico, do que pode ser feito para a gente contribuir com a redução da tarifa... identificando e apontando soluções que venham a contribuir para a modicidade tarifária, vamos apresentar isso tanto para o Exectuivo quanto para o Legislativo", afirmou Pepitone a jornalistas após a reunião de diretoria da agência.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu nesta terça-feira inquérito contra grandes bancos do país e outras instituições por supostamente abusarem de seu poder de mercado para prejudicar a atuação de corretoras de criptomoedas.

A investigação, iniciada a pedido da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB), vai apurar a atuação de Banco do Brasil (SA:BBAS3), Bradesco (SA:BBDC4), Itaú Unibanco (SA:ITUB4), Santander Brasil (SA:SANB11), Banco Inter (SA:BIDI4) e Sicredi em relação às corretoras, segundo documento disponível no sistema processual do Cade.

A elétrica norte-americana AES trocará o comando no Brasil, que será assumido pelo atual presidente de sua subsidiária de geração AES Tietê (SA:TIET11) , Ítalo Freitas, em substituição ao venezuelano Julian Nebreda, informou a AES Brasil em nota nesta terça-feira.

A mudança acontece em meio à indicação de Nebreda para presidir a unidade estratégica de negócio da AES para a América do Sul, que inclui Brasil, Argentina, Chile e Colômbia, disse a AES Brasil, ressaltando que o executivo seguirá como presidente do Conselho de Administração da AES Tietê.

Freitas, por sua vez, será o CEO da AES Brasil e de todas as empresas do grupo no país, segundo a empresa.

Agenda de Autoridades

O presidente Michel Temer tem como único compromisso oficial nesta quarta-feira uma reunião com Rossieli Soardes da Silva, ministro da Eduação.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, está em São Paulo, onde participa do I Seminário INTL FC Stone – Desafios e Oportunidades para os Mercados de Commodities. Este é o único compromisso em sua agenda de hoje.

Com Reuters.