Bitcoin aumenta ganhos na semana; 160 corretoras interessadas no mercado japonês

ago 31, 2018

Criptomoedas estavam em alta nesta sexta-feira, com o Bitcoin no caminho de terminar a semana no azul pela terceira semana consecutiva.

Bitcoin avançava 1,39% para US$ 6.943,10 na corretora Bitfinex por volta das 09h33, no caminho de um ganho semanal de quase 7%. Mas caiu quase 70% desde o pico de quase US$ 20 mil em dezembro.

Criptomoedas operavam alta de forma geral, com o valor total de capitalização de mercado total subindo para US$ 225 bilhões no momento de redação desta matéria, em comparação com US$ 220 bilhões na quinta-feira.

O Ethereum, segunda maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado, avançava 0,49% para US$ 278,42, ao passo que o XRP, terceira maior moeda virtual, subia 0,90% e era negociado a US$ 0,32821 e o Litecoin estava cotado a US$ 60,008, em alta de 1,61%.

Cerca de 160 corretoras digitais estão interessadas em entrar no mercado japonês, informou a agência de serviços financeiros do país. Atualmente 16 corretoras de moeda virtual estão licenciadas, ao passo que outras 16 foram autorizadas a operar enquanto seus aplicativos estão sendo analisados.

"Incluindo consultas/questionamentos preliminares sobre registro, cerca de 160 operadores estão expressando sua intenção de entrar no mercado", disse a agência à bitcoin.com.

O mercado japonês é um dos principais mercados em termos de negociação de criptomoedas, mas enfrenta desafios em relação à segurança cibernética e hacking. O órgão regulador começou a inspecionar todas as corretoras e não aprovou novas empresas até agora neste ano.

Enquanto isso, a China continua a reprimir a indústria de moeda virtual. Na quinta-feira, o governo proibiu atividades promocionais direcionadas a moedas digitais na zona econômica especial de Guangzhou. A notícia da extensão da proibição surgiram depois que a gigante de tecnologia multinacional Baidu, da China, recebeu a ordem de fechar salas de bate-papo on-line relacionadas a criptomoedas no início desta semana.