Ações - Mercado futuro dos EUA sobe com início de temporada de resultados

jul 10, 2018

O mercado futuro dos EUA apontava para uma abertura em ligeira alta, já que investidores aguardam o início da temporada de resultados corporativos do segundo trimestre.

Os futuros do S&P 500 avançavam cinco pontos, ou 0,20%, para 2.773,50 pontos às 07h47 enquanto os futuros do Dow subiam 58 pontos, ou 0,23%, para 24.832,0 pontos. O índice de tecnologia de futuros do NASDAQ 100 avançava 21 pontos ou 0,29% para 7.321,75 pontos.

Os balanços do segundo trimestre começam a ser divulgados nesta semana, com a PepsiCo (NASDAQ:PEP) apresentando seus resultados financeiros, que ficaram acima do esperado. A empresa de bebidas estava em alta de 1,60% antes do pregão.

A Delta Air Lines Inc. (NYSE:DAL) deve divulgar seus resultados financeiros na quarta-feira, enquanto os grandes bancos divulgam na sexta-feira.

No entanto, as tensões comerciais persistiam, já que os comerciantes buscam qualquer impacto tarifário potencial sobre os lucros das empresas.

Netflix (NASDAQ:NFLX) subia 0,48% antes do pregão, enquanto Tesla (NASDAQ:TSLA) estava em alta de 0,78% e a empresa de semicondutores Micron avançava 0,33%.

Por outro lado, Jd.Com Inc Adr (NASDAQ:JD) recuava 0,08% enquanto Credit Suisse (SIX:CSGN) Group (NYSE:CS) (SIX:CSGN) estava em baixa de 0,13%.

Com relação a notícias econômicas, o estudo sobre ofertas de empregos e rotatividade no trabalho (JOLTS, na sigla em inglês) será divulgado às 11h00.

Na Europa, as bolsas estavam majoritariamente em alta, já que investidores aguardam notícias do Brexit depois que o secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, e o secretário do Brexit, David Davis, se demitiram, pressionando a primeira-ministra, Theresa May. O DAX da Alemanha subia 52 pontos ou 0,42%, o CAC 40 da França avançava 29 pontos ou 0,54% e o FTSE 100 de Londres tinha alta de 18 pontos ou 0,24%. Enquanto isso, o índice pan-europeu EURO STOXX 50 tinha alta de oito pontos ou 0,24% enquanto o IBEX 35 da Espanha subia 18 pontos ou 0,18%.

Com relação a commodities, os contratos futuros de ouro recuavam 0,49% para US$ 1.253,40 a onça troy, ao passo que os contratos futuros de petróleo dos EUA avançavam 0,58% para US$ 74,28 o barril. O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, avançava 0,29% para 94,07.