Tesouro Direto suspende negociações na manhã de quinta-feira

jun 21, 2018

Investing.com - O Tesouro Nacional suspendeu os negócios do Tesouro Direto no começo da manhã desta quinta-feira devido à alta volatilidade dos juros dos papéis. A interrupção se deu às 9h52 e a previsão é de retomada às 11h00. Esta foi a terceira vez que os negócios são interrompidos na semana.

As taxas dos títulos atrelados à inflação seguem com forte oscilação. Os títulos com vencimento em 2035 e 2045 iniciaram o dia oferecidos com rendimento de 5,87%, enquanto o de 2024 a 5,57%, somados ao IPCA.

Entre os prefixados, o papel para 2025 era oferecido a 11,69% e com vencimento em 2021 a 9,61%. O título mais longo, com juros semestrais e vencimento em 2029, saia a 11,93%

Os contratos futuros DI para janeiro de 2019 recuam 0,060 p.p. a 6,975%, enquanto os para janeiro de 2020 têm queda de 0,0900 p.p. a 8,58%. Já o de janeiro de 2021, a variação negativa é de 0,040 p.p. a 9,62%.

O risco Brasil medido pelo CDS de 5 anos está com 265,8 pontos. Na última semana, a alta foi de 1,96%, enquanto no mês a alta é de 30,87%.