Temer tenta selar vendas da Embraer e Braskem antes do fim do mandato, diz jornal

set 27, 2018

Na reta final de seu mandato, o presidente Michel Temer está buscando confirmar a venda da Embraer (SA:EMBR3) e da Braskem (SA:BRKM5) ainda neste ano. A ideia é deixar uma boa impressão antes de passar o cargo para o eleito no início de 2019. As informações são da Coluna do Broad, do Estadão.

Mesmo que não consiga concluir as operações, o objetivo é deixar os negócios juridicamente encaminhados, sem possibilidade de o acordo ser desfeito. No entanto, a coluna informa que o Congresso mostra insatisfação com a atuação de Temer, inclusive na base governista.

Parlamentares da base de sustentação do presidente falam em criar dificuldades para a aprovação das operações caso precisem de aval da casa, já que uma liminar do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), proíbe a venda de estatais, sem a autorização do Congresso.

A publicação conta que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) está desconfortável com a operação de Temer, defendendo que os assuntos precisam passar pelo Congresso, mas que podem ser discutidos após as eleições.

Assim como em outras pautas, o entendimento dos parlamentares, de acordo com a Coluna, é que o atual governo não tem a legitimidade para aprovar transações dessa importância. Apesar disso, as vendas das duas companhias seguem avançando.