SLC sobe mais de 7% com lucro líquido dobrando no trimestre

ago 15, 2018

Após apresentar resultado trimestral forte, as ações da SLC Agrícola (SA:SLCE3) operam com forte valorização de 7,61% a R$ 57,43. Para o BTG Pactual (SA:BPAC11), os resultados mostraram performance operacional sólida e sugerem desempenho notável no decorrer do ano

Para os analistas do banco, resultados tão bons quanto os desse ano para 2019 são esperados. No entanto, para que isso aconteça, produtividade precisa disparar novamente. A equipe elevou preço-alvo da ação a R$ 52, mas manteve recomendação neutra.

A Coinvalores destaca que a companhia reportou forte crescimento do lucro líquido, que avançou 115,1%, no EBITDA, que cresceu 115%, e em sua receita líquida, 35,4% maior se comparado com um ano antes. Esse bom desempenho reflete principalmente a receita da cultura da soja e aos recordes de produtividade alcançados em praticamente todas as culturas. No período em análise, a companhia também conseguiu reduzir a sua alavancagem, passando de uma dívida líquida / EBITDA de 2,6x (2T17) para 1,3x (2T18).

Além de mostrar forte desempenho, a empresa segue otimista e mantém sua perspectiva da continuidade de melhores safras. No mês de julho foi divulgado fato relevante com a primeira intenção de plantio para a safra 2018/19, na qual a SLC pretende atingir 455 mil hectares, crescimento de 12,5% em relação à área plantada do período anterior.

Esse avanço foi em decorrência da incorporação da Fazenda Pantanal, unidade 100% arrendada situada na divisa entre os estados do Mato Grosso do Sul e Goiás e também se espera avanço na área de algodão, que deverá atingir 121 mil hectares, crescimento de 27,2% em relação à área destinada a essa cultura na safra 2017/18.

Resultado

A SLC Agrícola obteve lucro líquido de R$ 168,2 milhões no segundo trimestre do ano, alta de 115,1% e mais que o dobro dos R$ 78,2 milhões registrados em igual período do ano passado, disse a companhia nesta terça-feira. No primeiro trimestre deste ano, o lucro líquido da empresa também havia sido mais do que duas vezes superior ao de igual intervalo de 2017. A receita líquida no segundo trimestre cresceu 35,4%, para R$ 464,4 milhões.