Seguro desemprego nos EUA tem queda, em níveis mais baixos desde 1969

set 20, 2018

O número de pessoas que entraram com pedido de auxílio desemprego nos EUA na semana passada caiu mais do que o esperado, permanecendo nos níveis mais baixos em 49 anos, dados oficiais mostraram na quinta-feira.

O relatório sustenta as expectativas de que o Federal Reserve aumentará as taxas de juro mais duas vezes este ano, com o próximo movimento de alta na sua reunião da próxima semana.

O número de indivíduos solicitando pedidos iniciais de seguro-desemprego na semana encerrada em 15 de setembro diminuiu em 3.000 para um total de 204.000, com ajuste sazonal de 200.000 do total da semana anterior, o Departamento do Trabalho afirmou.

Analistas esperavam aumento de 6.000 para 210.000 na semana passada.

A média móvel de quatro semanas foi de 205.750, uma redução de 2.250 a partir da leitura da semana precedente. A média mensal é vista como uma aferição mais apurada das tendências do mercado de trabalho porque reduz a volatilidade em dados de cada semana.

Na semana encerrada em 8 de setembro, os pedidos contínuos de seguro-desemprego. 8 caíram de 1,645 para 1,700 milhões na semana anterior, em comparação com as expectativas de um aumento para 1,705 milhões.