Seguindo exterior, Ibovespa futuro inicia sessão desta sexta-feira com valorização

set 14, 2018

Após fechar em queda de 0,82% na sessão de ontem, o índice futuro do Ibovespa inicia a sexta-feira com ganhos de 0,25% aos 75.068 pontos, em dia que mostra ser positivo para os mercados de ações da Ásia e Europa. Os índices futuros de Wall Street e as principais commodities também apresentam ganhos.

O crescimento da China deve desacelerar mais nos próximos meses, com uma série de dados econômicos de agosto fazendo pouco para dissipar a visão de que a demanda doméstica está enfraquecendo e que as medidas de suporte do governo levarão algum tempo para fazer efeito.

A agenda americana reserva importantes indicadores para a sexta-feira, como por exemplo o das vendas do varejo, que tem estimativa de ganhos de 0,4%, após registrar 0,5% na pesquisa anterior. Já a produção industrial do país deve avançar 0,3%, depois de variar 0,1% em julho.

A cena eleitoral deve trazer mais volatilidade para os mercados nesta sexta-feira, com a divulgação de novas pesquisas eleitorais, como a XP/Ipespe, na parte da manhã e o Datafolha, no final do dia. Será o primeiro levantamento dos institutos após a nova cirurgia de Jair Bolsonaro (PSL) e da confirmação de Fernando Haddad como candidato do PT.

Além disso, circula no mercado rumores de rachas nas campanhas da direita e da centro-direita, e também que a Operação Lava Jato está chegando perto do candidato predileto do mercado, Geraldo Alckmin. Isso fez com que o dólar ontem chegasse a seu pior fechamento desde a criação do Plano Real, em 1994.

Em julho, o setor de serviços caiu 2,2% frente ao mês anterior, após também recuar 3,4% em maio e avançar 4,8% em junho (série com ajuste sazonal). Em comparação a julho de 2017 (série sem ajuste sazonal), o setor de serviços variou -0,3%, quinta taxa negativa do ano nesse tipo de confronto. O acumulado do ano ficou em -0,8% e o dos 12 meses, ao passar de -1,2% em junho para -1,0% em julho de 2018, manteve a trajetória predominantemente ascendente desde abril de 2017 (-5,1%).

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,20 por cento, a 23.094 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,01 por cento, a 27.286 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,18 por cento, a 2.681 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,17 por cento, a 3.242 pontos.

Na Europa, com os mercados abertos, a sexta-feira é marcada por ganhos na maior parte das praças do continente. Em Frankfurt, o DAX tem valorização de 0,25% aos 12.085,43 pontos, enquanto que em Londres o FTSE soma 0,31% aos 7.304,33 pontos. Em Paris, o CAC ganha 0,33% aos 5.345,81 pontos.

Commodities

A sessão desta sexta-feira foi marcada, na bolsa de mercadorias chinesa da Dalian, por leve valorização nos contratos futuros do minério de ferro. O ativo com data de vencimento em janeiro de 2019 teve alta de 0,5%, fechando assim o dia negociado a 501,50 iuanes por tonelada, montante que representa uma variação diária de 2,50 iuanes.

Já na bolsa de mercadorias de Xangai, o vergalhão de ao também teve um dia positivo, com os contatos para janeiro do próximo ano, o mais líquido, encerrando com ganhos de 37 iuanes a 4.214 iuanes por tonelada. Já o mais curto, de outubro, somou 84 iuanes a 4.463 iuanes por tonelada.

A sessão é também positiva para os preços do petróleo. Em Nova York, o barril do tipo WTI tem ganhos de 0,51%, ou US$ 0,35, a US$ 68,94, enquanto que em Londres o Brent avança 0,26%, ou US$ 0,20, a US$ 78,38.

Mercado Corporativo

Acionistas da Suzano (SA:SUZB3) da Fibria (SA:FIBR3) aprovaram nesta quinta-feira em assembleias gerais extraordinárias, a proposta de fusão anunciada por ambas em março, que criou a maior produtora de celulose do mundo.

Em comunicados separados, as companhias informaram que a proposta, que envolve a incorporação de ações da Fibria pela Suzano, foi aprovada pelas assembleias por maioria de votos.

Os acionistas da Fibria aceitaram a oferta da Suzano, em dinheiro e ações e avaliada na época em 35 bilhões de reais. A união das duas tem sinergias esperadas de 12 bilhões de reais.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta quinta-feira que o próximo governo terá que pensar em soluções de caráter mais estrutural para a questão do preço do combustível, sendo a discussão sobre o monopólio do refino a mais importante delas.

"É muito importante que tenha competição também em refino e hoje isso é monopólio da Petrobras (SA:PETR4). Então essa é uma direção importante... aliás a própria Petrobras concorda com esse caminho, é a nossa posição também, que a gente tem que avançar na abertura do segmento de refino", afirmou ele em entrevista ao canal do YouTube MyNews.

O ministro da Fazenda também apontou que outro tema a ser discutido nesta seara é a instituição de mecanismos que permitam usar a estrutura de impostos como um buffer para a variação do preço internacional do petróleo.

A Copel (SA:CPLE6) vai inaugurar em 1º de novembro um novo centro de operações de energia do Paraná, que centralizará as atividades em busca de maior eficiência, nesta quinta-feira o diretor presidente da Copel Distribuição, Antonio Guetter.

Com investimentos de 60 milhões de reais, a nova estrutura da estatal paranaense contará com cerca de 120 funcionários e concentrará as operações que atualmente ocorrem em cinco centros diferentes, em Londrina, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa e Curitiba.

"Nós vamos centralizar todas as operações do Estado do Paraná em um só lugar... Quanto mais centraliza, mas otimiza os operadores", afirmou.

No caso da geração distribuída, o executivo afirmou que o centro poderá atuar como um tipo de organizador estadual do sistema.

O grupo de tecnologia da informação Tivit Terceirização de Processos, Serviços e Tecnologia contratou bancos para retomar planos de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), disseram à Reuters duas fontes com conhecimento do assunto.

A Tivit, que é controlada pela empresa britânica Apax Partners LLP, abandonou os planos de um IPO em setembro do ano passado, após investidores considerarem muito alto o valor de 4 bilhões de reais proposto pela companhia.As unidades de banco de investimentos do BTG Pactual (SA:BPAC11), Itaú Unibanco (SA:ITUB4), Banco Bradesco (SA:BBDC4) e JPMorgan Chase & Co (NYSE:JPM) foram contratadas para coordenar o IPO, segundo as fontes.

Agenda de Autoridades

O presidente Michel Temer participa nesta sexta-feira da Cerimônia de Entrega de 528 Unidades Habitacionais do Condomínio Residencial Flamboyant I, II e III, na cidade de Guaratinguetá, no interior de São Paulo.

Já a sexta-feira do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, é mais movimentada, com a participação no Fórum Brazil Journal, na parte da manhã. Em seguida, se reúne com o presidente da Petrobras, Ivan Monteiro.

Na parte da tarde, Guardia tem audiência com José Olympio, presidente do Credit Suisse no Brasil. O dia termina com a gravação do programa Canal Livre, na TV Bandeirantes.