Randon sobe mais de 4% com receitas maiores mesmo com greve dos caminhoneiros

jul 20, 2018

Mesmo com a greve dos caminhoneiros, que afetou a economia brasileira, a fabricante de implementos rodoviários Randon (SA:RAPT4) teve alta de 17,5% nas receitas em maio, na comparação com o mesmo mês do ano passado, para um total de R$ 288,7 milhões. Com isso, as ações operam com ganhos de 4,37% a R$ 7,40 nesta sexta-feira na bolsa paulista.

A companhia, maior fabricante de reboques e semirreboques da América Latina, afirmou que no acumulado dos cinco primeiros meses do ano, a receita subiu 48,6%, para R$ 1,6 bilhão.

Dessa forma, mesmo diante da greve dos caminhoneiros, que afetou o desempenho de maio, o faturamento da companhia no segundo trimestre deve ser quase 40% superior ao registrado um ano atrás, corroborando boas perspectivas para o resultado que será divulgado no próximo dia 8 de agosto.

Já a receita líquida da Fras-Le (SA:FRAS3) atingiu R$ 102,3 milhões no último mês, alta de 45,5% na comparação anual. No acumulado do 2T18, o faturamento da companhia registra alta de cerca de 30% frente ao segundo trimestre do ano passado.

As ações da Fras-le registram ganhos de 1,00% a R$ 5,05.

Com Reuters.