Prévia operacional da Gafisa decepciona BTG; ações operam em queda

out 11, 2018

A Gafisa (SA:GFSA3) divulgou a prévia operacional do terceiro trimestre do ano, com vendas líquidas de apenas R$ 136 milhões, o que representa queda de 62% na anual e 47% abaixo do esperado pelo BTG Pactual (SA:BPAC11). Com isso, as ações da companhia recuam 0,66% a R$ 12,00.

O banco explica que o resultado é consequência de pequenos lançamentos no período com as vendas voltadas para o estoque. As vendas brutas foram de R$ 188 milhões, 57% menor do que em 2017 e, apesar dos menores cancelamentos de R$ 52 milhões (-39% no ano e -14% no trimestre), as vendas líquidas totalizaram apenas R $ 136 milhões .

Durante o terceiro trimestre, a Gafisa lançou apenas um projeto (“Vision Pinheiros” na cidade de São Paulo) com um valor potencial de vendas de R$ 71 milhões (-85% a/a; 71% a baixo do esperado pelo BTG), e completou a construção de três projetos (no valor de R $ 346 milhões).

Por outro lado, a Gafisa teve redução do estoque para R$ 1,3 bilhão (-6% no trimestre), ainda em níveis elevados, representando 19 meses considerando as vendas líquidas dos últimos 12 meses.

Para o BTG, no geral, os números da Gafisa foram ruins, já que a estratégia de focar no estoque de vendas não conseguiu compensar os pequenos lançamentos. A Gafisa está no meio de uma reviravolta muito complexa: alavancagem é muito alta (90% ND/Equity), recentemente seu principal acionista substituiu equipe da diretoria e um novo Plano Estratégico ainda está pendente. Com isso, o banco recomenda que o papel seja evitado, com preço-alvo em 12 meses de R$ 17,00.