Preços do petróleo caem com o enfraquecimento da tempestade no Golfo

set 05, 2018

Os preços do petróleo caíram na quarta-feira com o enfraquecimento da tempestade tropical na Costa do Golfo, que diminuiu a preocupação com a oferta.

Os futuros do petróleo WTI caíram 1,56%, para US$ 68,78 o barril, a partir das 11h42. Entretanto, os futuros do petróleo Brent, a referência para os preços do petróleo fora dos EUA, diminuíam 1,25% para US$ 77,19.

A expectativa pela tempestade fez com que os preços subissem na terça-feira, depois que as companhias de petróleo fecharam dezenas de plataformas de petróleo em antecipação à chegada da tempestade tropical Gordon. Esperava-se que a tempestade se tornasse um furacão, mas se enfraqueceu depois de chegar ao continente e desviar-se das áreas produtoras de petróleo.

Os preços do petróleo subiram nos últimos meses, com a demanda por petróleo superando a oferta e as sanções dos EUA contra o Irã. As sanções financeiras contra o Irã terão como alvo o setor de petróleo em novembro, quando uma queda global da oferta de petróleo é esperada. Dados sobre plataformas de petróleo na semana passada também sustentaram os preços, já que os perfuradores acrescentaram plataformas de petróleo pela primeira vez em três semanas, aumentando a contagem de plataformas em 2 a 862, segundo dados semanais da Baker Hughes.

Os investidores também estão olhando para dados semanais de estoques, com analistas esperando uma queda de 1,9 milhão de barris na semana passada.

O American Petroleum Institute publica seu relatório de oferta às 17h30 nesta quarta-feira, um dia depois do habitual por causa do feriado do Dia do Trabalho na segunda-feira. Os estoques de petróleo bruto devem sair na quinta-feira.

Em outros negócios de energia, os contratos futuros de gasolina caíam 1,51%, para US$ 1,9585 por galão, enquanto o óleo de aquecimento cedia 0,94%, para US$ 2,2334 o galão. Os futuros de gás natural aumentaram 0,21%, para US$ 2,829 por milhão de unidades térmicas britânicas.