Petróleo fica abaixo de US$ 60 barril em meio a preocupação com aumento estoques

nov 09, 2018

Os preços do petróleo ficaram mais baixos na sexta-feira, com o aumento da oferta e o enfraquecimento do crescimento econômico diminuindo a demanda dos investidores.

Os contratos futuros de petróleo dos EUA caia de 1,37% para US$ 59,84 por barril a partir de 10h06queda de 20% em relação à sua alta de 52 semanas. Além disso, os contratos futuros de petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, caíam 0,84% e eram negociados a US$ 70,06.

Dados na quarta-feira mostraram que os estoques nos EUA continuam a subir mais do que o esperado, levando a preocupações de excesso de oferta, apesar das sanções contra o Irã.

Os estoques de petróleo bruto tiveram aumento de 5,7 milhões de barris na semana passada, em comparação com o consenso geral de um aumento de 3,2 milhões de barris, segundo o EIA.

Os investidores também estavam preocupados com as renúncias que os EUA concedeu a oito países na segunda-feira que lhes permitiu continuar a comprar petróleo iraniano, apesar das sanções americanas. As isenções de sanções significam que o suprimento de petróleo será maior do que os investidores originalmente imaginavam.

Os preços aumentaram em antecipação às sanções, que entraram em vigor no início de novembro.

Os investidores também estão aguardam dados semanais da Baker Hughes que é um indicador importante sobre a demanda de derivados de petróleo, será divulgada mais tarde.

Em outras negociações de energia, os contratos futuros de gasolina RBOB caia 1,33%, para US$ 1,6232 por galão, ao passo que o óleo de aquecimento diminuia 0,98%, para US$ 2,1475 por galão. Gás natural futuro aumentava 3,19%, para US$ 3,655 por milhão de unidades térmicas britânicas.