Petróleo em baixa enquanto investidores aguardam contagem de sondas

jul 27, 2018

A cotação do petróleo nos EUA estava em baixa nesta sexta-feira, mas havia sustentação devido a negociações comerciais e notícias de que a Arábia Saudita está suspendendo o transporte de petróleo no Mar Vermelho.

Os contratos futuros do petróleo West Texas recuavam 0,29% para US$ 69,41 o barril às 05h55. Além disso, os contratos futuros de petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, recuavam 0,24%, para US$ 73,36 o barril.

A cotação da commodity saía da máxima de três dias, mas havia compensação devido a negociações comerciais entre os EUA e a União Europeia.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, se reuniram na quarta-feira e concordaram em não impor tarifas sobre os carros enquanto os países iniciam as negociações para cortar as barreiras comerciais.

Além disso, a Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, disse que está temporariamente suspendendo o transporte de petróleo através do Mar Vermelho depois de um ataque do movimento Houthi, do Iêmen.

As exportações através da rota marítima de Bab al-Mandeb ligam o canal de Suez do Egito e o oleoduto SUMED. Estima-se que 4,8 milhões de barris por dia passaram através de Bab al-Mandeb em 2016, de acordo com a Administração de Informação de Energia dos EUA.

Os investidores aguardam os dados semanais de contagem de sondas da Baker Hughes, que serão divulgados às 14h00 e são um dos principais indicadores da demanda por derivados de petróleo.

Dados da Administração de Informação de Energia dos EUA na quarta-feira mostraram que os estoques de petróleo nos EUA caíram na semana passada.

Os estoques de petróleo dos EUA tiveram redução de 6,147 milhões de barris na semana encerrada em 20 de julho, muito mais do que as expectativas de uma redução de 2,6 milhões de barris, de acordo com dados do EIA.

A grande redução nos estoques de petróleo aconteceu porque as importações tiveram queda de 2,518 milhões de barris por dia e as exportações tiveram aumento de 1,222 milhão de barris por dia, segundo a EIA.

Em outras negociações de energia, os contratos futuros de gasolina RBOB avançavam 0,21% para US$ 2,1625 o galão, ao passo que o óleo de aquecimento tinha perdas de 0,21% e era negociado a US$ 2,1723 o galão. Os contratos futuros de gás natural subiam 0,22% e estavam cotados a US$ 2,768 por milhão de unidades térmicas britânicas.