Petrobras recua com governo estudando conter alta do preço dos combustíveis

mai 22, 2018

Investing.com - As ações da Petrobras (SA:PETR4) operam em queda nesta terça-feira e lideram as perdas do Ibovespa no início da jornada na B3, com a notícia de que o governo irá se reunir para discutir formas para conter o avanço do preço dos combustíveis. Os papéis preferenciais perdem 1,76% a R$ 24,61, enquanto os ordinários caem 1,58% a R$ 28,68.

A XP Investimentos destaca que o governo estuda alternativas em vista do repasse dos preços de petróleo e depreciação do real promovida pela Petrobras. Entre as alternativas possíveis discutidas, se destacam reduzir alíquotas de impostos e diminuir a frequência dos reajustes da Petrobras para algo entre 10 a 15 dias contra diariamente hoje.

O problema é que a opção de reduzir tributos está praticamente descartada, já que há pouco espaço de manobra devido ao aperto fiscal do governo e o fato de que seria muito difícil negociar uma redução do ICMS nos combustíveis nos estados.

Já sobre uma possível revisão da política de preços da Petrobras, há a preocupação de que sinais de interferência na administração comprometeriam a recuperação financeira da empresa e poderia levar a repercussões como renúncia de membros do conselho, inclusive do presidente Pedro Parente.

Em um momento de alta volatilidade de câmbio e petróleo, interferir na política de preços da Petrobras seria visto como negativo para a ação devido ao risco para as margens do segmento de refino da empresa. Hoje, Pedro Parente deve participar de reunião no Ministério da Fazenda para discutir o assunto.