Petrobras dispara mais de 8% com escalda do preço do petróleo

mai 09, 2018

Investing.com - Em meio a um cenário de forte valorização do preço do petróleo nos mercados internacionais, além do bom momento vivido pela Petrobras (SA:PETR4), as ações da estatal registram forte valorização de 8,16% a R$ 24,78 para as PN e de 10,63% a R$ 27,37 para as ON.

A escalada de preços acontece após Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, ter se retirado do acordo nuclear internacional com o Irã, aumentando o risco de conflito no Oriente Médio e gerando incertezas sobre a oferta global de petróleo.

Contratos futuros de petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, avançavam US$ 2,34 ou 3,31%, para US$ 77,19. No decorrer da sessão, o barril atingiu o maior valor desde 2014.

Enquanto isso, contratos futuros do petróleo West Texas Intermediate (WTI), negociados em Nova York, tinham alta de US$ 2,07, ou 3,0%, e eram negociados a US$ 71,13 o barril após terem atingido, US$ 71,17, máxima também desde o final de 2014.

A Administração de Informação de Energia dos EUA (EIA, na sigla em inglês) afirmou em seu relatório semanal que os estoques de petróleo bruto tiveram redução de 2,2 milhões de barris na semana que se encerrou em 4 de maio.

Isso se compara às expectativas dos analistas de que os estoques de petróleo bruto tivessem redução de 200.000 barris, ao passo que o Instituto Americano de Petróleo informou na terça-feira uma diminuição de 1,9 milhão de barris no abastecimento.

O total dos estoques de petróleo bruto nos EUA ficou em 433,8 milhões de barris na semana passada, o que a EIA considera estar na metade inferior da faixa média para esta altura do ano.