Percepção do consumidor nos EUA permanece estável em maio

mai 11, 2018

Investing.com - A percepção do consumidor norte-americano permaneceu inalterada em maio, de acordo com um relatório publicado nesta sexta-feira.

A publicação preliminar dos dados de maio do Centro de Estudos do Consumidor da Universidade de Michigan mostrou que a percepção do consumidor permaneceu estável em 98,8.

Analistas previam que essa leitura cairia para 98,5.

O índice de condições atuais subiu para 113,3 em maio a partir de 114,9 anteriormente.

Economistas previam que o índice subiria para 115,7.

Além disso, o índice de expectativas do consumidor inesperadamente subiu para 89,5 em maio a partir da leitura prévia de 88,4.

Isso superou o consenso que esperava um declínio para 88,0.

Enquanto isso, as expectativas de inflação para os próximos 12 meses subiram para 2,8% a partir de 2,7%, ao passo que a métrica para cinco anos ficou inalterada em 2,5%.

O economista-chefe da pesquisa, Richard Curtin, indicou que os dados irão fornecer alguns pontos adicionais para ambos os lados no debate sobre o momento e o número de aumentos futuros das taxas de juros pelo Federal Reserve.

De acordo com os dados, oito em cada dez consumidores esperam aumentos nas taxas de juros durante este ano, e um número menor de consumidores previu novas quedas na taxa de desemprego, em vez de esperar que o desemprego se estabilizasse.

"Os consumidores têm um histórico notável de antecipação de mudanças na taxa de desemprego real", comentou Curtin.

"De forma geral, os dados são consistentes com uma taxa de crescimento de 2,7% no consumo pessoal real do segundo semestre de 2018 para o primeiro semestre de 2019", concluiu ele.