Pão de Açúcar cai quase 2% com notícia possível venda da rede de supermercados

out 01, 2018

Na abertura dos negócios desta segunda-feira na bolsa paulista, as ações do Pão de Açúcar (SA:PCAR4) operam em queda de 1,95% a R$ 85,90, em dia que já é negativo para a maior parte dos ativos no mercado local. Ontem, o a coluna do jornalista Lauro Jardim, no O Globo, informou que o banco de investimentos Rothschild estará procurando compradores para a rede varejista brasileira e também para as operações do Casino na Colômbia. Já as ações da Via Varejo recuam 9,52% a R$ 13,50.

A venda das operações seria uma forma para o grupo francês que controla a companhia a reduzir o elevado endividamento. Na semana passada, o Carrefour (SA:CRFB3) negou a existência de conversas com o grupo para uma combinação das operações, como aventado por parte da imprensa.

O Casino chegou a convocar seu Conselho no final do mês passado para estudar esta proposta. Mas os diretores “decidiram por unanimidade não seguir essa abordagem”, dizendo que estava determinado a “tomar todas as medidas necessárias para defender o interesse social e a integridade do grupo” . Apesar disso, o Carrefour negou que houve qualquer tentativa no sentido de adquirir ou unir as operações.

Outro fato que não é novidade no mercado é a tentativa do Pão de Açúcar vender a Via Varejo (SA:VVAR11), dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio. Constantemente circula a informação de que o braço do GPA poderia ser vendido para a Amazon (NASDAQ:AMZN), como estratégia para ampliar a presença no mercado brasileiro.