Ouro cai abaixo de US$ 1.200

set 12, 2018

Os preços do ouro caíram mais ainda na quarta-feira, cedendo brevemente abaixo do nível chave de US$ 1.200, com os investidores aguardando novos desenvolvimentos na disputa comercial entre os EUA e seus principais parceiros.

Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, contratos futuros de ouro recuavam em 20 centavos a US$ 1.202,00 por onça troy às 11h20.

Enquanto isso o ouro spot era negociado a US$ 1.196,64 por onça. Ele alcançou seu menor valor desde 24 agosto com US$ 1.187,21 na terça-feira.

Os investidores permaneceram focados na disputa comercial EUA-China em meio a temores de que uma escalada possa ser iminente.

A China pedirá à Organização Mundial do Comércio, na próxima semana, permissão para impor sanções pelo descumprimento de Washington de uma decisão em uma disputa sobre os EUA direitos anti-dumping.

Isso ocorre depois que o presidente Donald Trump anunciar na sexta-feira passada que poderia haver mais tarifas de comércio contra Pequim, totalizando US$ 267 bilhões, além dos US$ 200 bilhões já anunciados anteriormente.

Os investidores têm evitado o metal precioso, apesar de uma escalada nas tensões no comércio global, indicar que o ouro pode estar perdendo seu status de porto seguro. Em vez disso, os participantes do mercado optaram por se juntar aos EUA dólar na crença de que os Estados Unidos têm menos a perder com a disputa.

Na outra ação de metais, os contratos futuros da prata ficaram praticamente inalterados em US$ 14,16 por onça-troy, tendo atingido seu menor valor desde janeiro de 2016, a US$ 13,90 na sessão anterior.

Os contratos futuros do cobre para dezembro avançavam 1,2 centavos ou 0,5%, para US$ 2,634 por libra.