MRV Engenharia recua 2,6% com resultado de prévia operacional

out 10, 2018

No início da sessão desta quarta-feira na bolsa paulista, aas ações da MRV Engenharia (SA:MRVE3) operam em queda de 2,61% a R$ 13,42. A companhia divulgou na noite de ontem o resultado da prévia operacional do terceiro trimestre.

Para Eduardo Guimarães, da Levante Ideias, após a prévia operacional, a expectativa era de pouco impacto nas ações no curto prazo. Ele explica que o resultado não foi tão forte, pois o volume de lançamentos foi menor devido aos atrasos na liberação dos projetos e às vendas.

O analista destaca que a velocidade de vendas caiu para 20 por cento no trimestre (22 por cento no segundo trimestre). O ponto mais positivo foi a forte geração de caixa de 233 milhões de reais no trimestre e de 421 milhões de reais nos nove primeiros meses de 2018.

Com isso, a casa de análises acredita que a redução do ritmo de vendas foi pontual, com aumento do cancelamento de vendas (distratos) em relação às vendas brutas: cresceu de 15,9 por cento no segundo trimestre para 19,2 por cento no terceiro trimestre.

Na avaliação da Levante, a MRV apresenta uma boa geração de caixa, tem baixo endividamento (dívida líquida/PL de apenas de 10 por cento) e distribui dividendos recorrentes aos seus acionistas, fatores positivos para a companhia.

A construtora de imóveis residenciais teve queda de 6,6 por cento nas vendas contratadas do terceiro trimestre ante mesmo período de 2017, a 1,445 bilhão de reais, mas a geração de caixa da companhia dobrou impulsionada por recebimentos de vendas anteriores.

A companhia também elevou os lançamentos do período em 18,5 por cento, para 1,675 bilhão de reais, e deve apresentar performance robusta nesta frente também no quarto trimestre, afirmou Eduardo Fischer, co-presidente da construtora.