Moedas - Dólar estável em máxima de uma semana e meia após dados da inflação

jul 12, 2018

O dólar permanecia na máxima de uma semana e meia em relação a uma cesta de moedas nesta quinta-feira após dados mostrarem que a inflação dos EUA atingiu o maior nível em seis anos em junho, sustentando expectativas de mais dois aumentos de juros do Federal Reserve. este ano.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, estava em 94,53 às 11h28 após ter subido 0,67% na quarta-feira.

A inflação do consumidor subiu 2,9% em junho em taxa anualizada, disse o Departamento do Trabalho dos EUA. Foi a maior taxa desde 2012.

Em base mensal, os preços subiram apenas 0,1%, desacelerando a partir do aumento de 0,2% em maio.

Os números foram divulgados um dia depois que dados mostraram que os preços dos produtores nos EUA registraram o maior ganho anual em seis anos e meio em junho, o que se soma a sinais de força na economia.

Os relatórios indicaram que mesmo com a incerteza surgindo em torno da política comercial dos EUA, o Fed deve manter a trajetória de aumento de juros neste ano.

Outro relatório mostrou que os pedidos iniciais de seguro-desemprego caíram à mínima de dois meses na semana passada, com o mercado de trabalho continuando a ficar mais apertado.

O dólar era negociado próximo à máxima de duas semanas frente ao iene, com o par USD/JPY cotado a 112,48, alta de 0,44% no dia.

O euro estava pouco alterado, com o par EUR/USD cotado a 1,1678, ainda abaixo de 1,1790, máxima de três semanas e meia atingida na segunda-feira.

No início da quinta-feira, as atas da reunião do Banco Central Europeu em junho reiteraram que os juros permanecerão nos níveis atuais pelo tempo necessário para elevar a inflação em direção à sua meta.

O BCE também alertou que o aumento do protecionismo comercial nos últimos meses está prejudicando a economia europeia.

A advertência veio em um momento que a Comissão Europeia reduziu sua previsão de crescimento para a Europa este ano, culpando a crescente ameaça de uma guerra comercial.

Enquanto isso, a libra estava em leve alta, com o par GBP / USD cotado a 1,3219.