Moedas - Dólar cai à mínima do dia; libra à espera de decisão de banco central

mai 10, 2018

Investing.com - O dólar norte-americano caía em relação a uma cesta de moedas nesta quinta-feira, já que investidores tomavam fôlego após a alta desta semana que levou a moeda à máxima de quatro meses e meio, ao passo que os diferenciais das taxas de juros continuavam a impulsionar a divisa norte-americana.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, tinha queda de 0,28% e chegava a 92,69 às 07h38, distanciando-se de 93,26, máxima de quatro meses e meio atingida na quarta-feira.

O dólar foi impulsionado pelo aumento nos rendimentos de títulos dos EUA e pela possibilidade de ritmo mais acelerado de aumentos de juros do Federal Reserve neste ano. Expectativas de juros mais altos tornam o dólar mais atraente a investidores que buscam bons rendimentos.

O rendimento dos títulos do Tesouro dos EUA com vencimento em 10 anos estava em 2,96% após ter subido acima do importante nível de 3% na quarta-feira, aproximando-se do pico de 2018 de 3,035%.

Os investidores aguardam ainda neste dia os números da inflação nos EUA, que deverão mostrar uma recuperação da inflação de base. A inflação em alta pode ter efeito catalisador para o Fed elevar as taxas de juros em um ritmo mais acelerado do que atualmente se espera.

O dólar reduzia os ganhos frente ao iene, com o par USD/JPY cotado a 109,64, em leve queda a partir de 110,03, máxima de três meses atingida em 2 de maio.

O euro subia, com o par EUR/USD avançando 0,32% para 1,1888 após ter caído para 1,1821, mínima de quatro meses, na sessão anterior.

A libra também ganhava terreno, com o par GBP/USD avançando 0,45%, para 1,3608, recuperando-se de 1,3483, mínima de quatro meses atingida na terça-feira.

A libra esterlina permanecia na defensiva antes de uma reunião do Banco da Inglaterra ainda neste dia, na qual não se espera mudanças nas taxas de juros.

Uma série recente de relatórios econômicos fracos e preocupações renovadas sobre o Brexit levaram investidores a baixarem as expectativas de um aumento dos juros.

O dólar neozelandês estava em baixa, com o par NZD/USD recuando 0,43% para 0,7486 após ter caído para 0,6903, mínima de cinco meses, durante a noite. A moeda da Nova Zelândia perdeu força após o banco central do país não ter alterado as taxas de juros durante a noite e ter afirmado que o próximo movimento nas taxas poderia facilmente ser uma elevação.

Enquanto isso, o dólar australiano estava em alta, com o par AUD/USD avançando 0,39% para 0,7488.