Moedas - Dólar cai em meio as turbulência no comércio, Libra sobe após dados

set 19, 2018

O dólar americano caía em relação a outras moedas na quarta-feira, em meio às tensões da guerra comercial sino-americana, enquanto a libra subia depois dos dados de inflação melhores que o esperado.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, caiu 0,22%, para 94,01, às 5h48.

Na terça-feira, a China disse que imporá novas tarifas aos produtos americanos no valor de US$ 60 bilhões, com vigência a partir 24 de setembro. As novas tarifas são uma resposta as tarifas de 10% sobre US $ 200 bilhões em bens chineses aplicadas pelos EUA na segunda-feira, e que vão até 25% no final do ano. A China também apresentou uma queixa contra os EUA na Organização Mundial do Comércio, como esperado.

Donald Trump twittou que “haverá uma grande e rápida retaliação econômica contra a China se nossos fazendeiros, pecuaristas e/ou trabalhadores industriais forem alvos!”. Ele afirmou anteriormente que os EUA imporia tarifas sobre outros US$ 267 bilhões de importações adicionais se a China retaliasse.

O yuan chinês recuperou-se ligeiramente com USD/CNH caindo 0,10% para 6,8546.

Outras moedas, o dólar caiu contra o iene, com USD/JPY recuando 0,04%, para 112,32. Em momentos de incertezas, investidores tendem a investir no iene japonês, que é considerado um ativo seguro em períodos de aversão ao risco.

Enquanto isso, a libra esterlina aumentou depois que o {{ec-67||índice de preços ao consumidor}} ficou acima do esperado. O par GBP/USD aumentou 0,24%, para 1,3179. O EUR/USD subiu 0,30%, para 1,1699, impulsionado pela queda do dólar.

O dólar australiano subiu, com AUD/USD subindo 0,48%, para 0,7252, enquanto o dólar neozelandês NZD/USD saltou 0,43%, para 0,6611.