Moedas - Dólar amplia ganhos prévios e euro cai

jul 10, 2018

O dólar norte-americano ampliava os ganhos prévios frente a uma cesta de moedas nesta terça-feira, fazendo com que o euro caísse, enquanto dados contraditórios de PIB e instabilidade política pesavam sobre a libra.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, tinha alta de 0,25% e chegava a 94,04 às 10h28.

O euro perdia força frente ao dólar mais firme, com o par EUR/USD recuando 0,27%, para 1,1719, após cair para a mínimo de 1,1691.

Na zona do euro, dados divulgados nesta terça-feira mostraram que a confiança do investidor alemão caiu para o nível mais baixo em seis anos em julho, já que temores quanto a uma escalada nas tensões comerciais com os EUA baixaram as perspectivas econômicas.

O índice ZEW de percepção dos investidores alemães caiu para -24,7 neste mês, a partir de -16,1 em junho, a leitura mais fraca desde agosto de 2012.

O dólar também subia em relação ao iene, com o par USD/JPY avançando 0,33%, para 111,19, nível mais alto desde 21 de maio.

A demanda pelo dólar continuava a se sustentar devido às expectativas de um ritmo mais acelerado de aumentos de juros pelo Federal Reserve neste ano.

A libra estava em ligeira alta frente ao dólar, com o par GBP/USD avançando 0,11% para 1,3276.

O crescimento econômico do Reino Unido subiu para 0,3% em maio, a partir de 0,2% em abril, de acordo com os primeiros números mensais do PIB divulgados nesta terça-feira.

O relatório apresentou um cenário ambíguo da economia, com um crescimento modesto impulsionado pelo setor de serviços, parcialmente compensado pela queda na construção e na produção industrial.

Alguns analistas acreditam que os dados manterão o Banco da Inglaterra no caminho certo para um aumento da taxa de juros em agosto, mas outros temem que a instabilidade política possa levar os decisores a adiarem esse aumento.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, enfrenta uma rebelião em seu Partido Conservador depois que Boris Johnson renunciou ao cargo de ministro das relações exteriores na segunda-feira, tornando-se o terceiro ministro a deixar o governo em vinte e quatro horas, em vez de apoiar os planos para um Brexit suave.

Enquanto isso, a libra ganhava terreno frente ao euro mais fraco, com o par EUR/GBP recuando 0,44%, para 0,8823.