Mercado secundário de debêntures movimenta R$ 1,3 bilhão na semana

set 14, 2018

Em relatório enviado a clientes nesta sexta-feira, o BTG Pactual (SA:BPAC11) destaca que o mercado secundário de debêntures movimentou entre os dias 6 e 12 de setembro um total de R$ 1,3 bilhão, com 195 ativos negociados, diante de R$ 1,1 bilhão do período anterior.

O principal destaque na semana foi o ERSA11, da CPFL (SA:CPFE3) Renováveis, girando R$ 149,7 milhões, a DI+1,58%, sendo que sua curva de DI+1,70%. Em segundo lugar ficou o ENTV12 da Entrevias, num total de R$ 58,4 milhões, negociados a IPCA+7,22%, sendo sua curva de IPCA+7,75%), seguido do TAES14, da Taesa (SA:TAEE11), com R$$ 34,8 milhões, a IPCA+5,76%, sendo sua curva deIPCA+4,41%.

No ano de 2018, o mercado secundário de debêntures acumula negócios no valor de R$40,8bilhões, média de R$233,3milhões por dia.

Novas emissões

A Equatorial (SA:EQTL3) aprovou as emissões de até 610 milhões em debêntures através de uma única série, com remuneração de DI+1,30% e prazo de 6 anos. Será admitida a distribuição parcial da oferta, desde que haja colocação de no mínimo R$ 310 milhões. Além disso, a elétrica também emitiu R$ 820 milhões em notas promissórias, com remuneração de 107,50%DI e prazo de 1 ano. As duas operações somam R$ 1,43 bilhão. A Equatorial possui rating brAAA pela S&P.

A Light prepara a emissão de até R$ 700 milhões em debêntures, com fiança da Light SA (SA:LIGT3), através de até duas séries. A primeira série, que poderá totalizar no máximo R$540 milhões, possui remuneração limitada ao maior entre NTNB26+1,95% e IPCA+7,50%, e prazo de 7 anos, com amortizações em duas parcelas anuais. A segunda série possui remuneração máxima de DI+2,50% e prazo de 4 anos, com amortizações nos dois últimos anos. Será admitida a distribuição parcial da oferta, desde que haja colocação de no mínimo R$400 milhões. A emissão recebeu rating brAA+ pela S&P.

Já a Eletropaulo (SA:ELPL3) emitiu R$3,0 bilhões em debêntures através de três séries. A primeira série, totalizando R$704,1 milhões, possui remuneração de 108,25%DI (teto de 110,00%DI) e prazo de 3 anos (bullet). A segunda série, totalizando R$1,4 bilhão, possui remuneração de 111,00%DI (teto de 113,00%DI) e prazo de 5 anos, com amortizações em duas parcelas anuais. A terceira série, totalizando R$900 milhão, possui remuneração de DI+1,45% e prazo de 7 anos, com amortizações em três parcelas anuais. A emissão recebeu rating AAA(bra) pela Fitch.