Magazine Luiza divulga balanço hoje; mercado projeta resultado robusto no 2º tri

ago 06, 2018

A rede varejista Magazine Luiza) divulga nesta segunda-feira, após o fechamento dos mercados, o resultado do segundo trimestre do ano. O consenso de mercado é para lucro líquido por ação de R$ 0,63, contra R$ 1,61 dos três primeiros meses do ano e de R$ 0,42 no mesmo período de 2017. Para a receita, o consenso aponta para R$ 3,35 bilhões, contra R$ 3,61 bilhões do primeiro trimestre do ano e de R$ 2,70 bilhões no mesmo período do ano anterior.

As ações (SA:MGLU3 da companhia operam perto da estabilidade, recuando 0,09% a R$ 136,83.

A perspectiva do Banco do Brasil (SA:BBAS3) Investimentos (BB-BI) para o balanço do Magazine Luiza é positiva, apostando em receita líquida de R$ 4,087 bilhões no período, o que representa alta de 27% na comparação anual. Para o Ebitda Ajustado a expectativa é de R$ 276 milhões, crescimento de 17,9%. A aposta dos analistas é para outro trimestre com resultados robustos, com o avanço das receitas chegando a 35% no e-commerce.

O BB-BI tem preço-alvo dos ativos em R$ 126,50, com recomendação market perform.

A Coinvalores espera bons resultados para o Magazine Luiza. Os analistas atribuem essas perspectivas à aceleração de seus investimentos em abertura de lojas, pela sua digitalização e pela melhoria na parte logística, além do aumento na oferta de produtos de terceiros (marketplace).

Além disso, a Corretora destaca que este ano também tivemos a Copa do Mundo onde as vendas de televisores acabam se elevando, podendo continuar a apresentar aumento da receita em torno de 20%.

A Coinvalores lembra que a companhia está com boa situação financeira para suportar esses investimentos. Desta forma, os analistas ainda acreditam que seus números possam continuar a performar positivamente.

Para a XP Investimentos, a receita deve ficar em R$ 3,21 bilhões, um avanço de 19,2% na base trimestral e queda de 11% na anual. O lucro líquido esperado é de R$ 128 milhões, superando em 72,6% o resultado dos três primeiros meses do ano.