Light cai mais de 8% com lucro líquido abaixo do esperado pelo mercado

mai 15, 2018

Investing.com - As ações da Light (SA:LIGT3) operam com forte queda de 8,15% a R$ 14,42, com o mercado reagindo aos números do primeiro trimestre do ano, que trouxeram um salto de 275,7% no lucro líquido, porém 51,8% menor do que o esperado pela Prévias Broadcast, que consultou BTG Pactual (SA:BPAC11), Itaú BBA, JPMorgan, Morgan Stanley (NYSE:MS), Safra e Santander (SA:SANB11).

O lucro líquido foi de R$ 93 milhões, contra R$ 25 milhões de um ano atrás.. A média das projeções era de R$ 193,2 milhões.

O Ebitda consolidado ajustado foi de R$ 472 milhões, o que representa uma queda de 3,8% em relação ao mesmo período de 2017. A margem Ebitda caiu para 16,6%, ante 19,2% no primeiro trimestre do ano anterior. Já a receita líquida aumentou 11,1% para R$ 2,842 bilhões e o resultado financeiro foi uma despesa 45,2% menor, de R$ 153 milhões.

Para a Coinvalores, o cenário segue desafiador para a Light, com os números reportados fracos no início do ano devido à temperatura mais amena no começo do ano e a e a migração de clientes do mercado regulado para o mercado livre culminando na queda anual de 13,9% no volume de vendas no mercado cativo.

A corretora destaca que o aumento na provisão de crédito para liquidação duvidosa e a dificuldade encontrada no combate as perdas também contribuíram para a menor rentabilidade no período.

Para os analistas, o lado positivo ficou a melhora nos índices de qualidade no fornecimento e para o resultado da área de geração, que foi favorecido pela maior alocação de energia e maiores preços de venda nesse início de ano, frente ao primeiro trimestre de 2017. Já a contínua queda na taxa de juros auxiliou na redução da despesa financeira, impulsionando o lucro líquido, que saiu dos R$ 25 milhões registrados há doze meses para R$ 93 milhões agora.