Itaú BBA reduz preço-alvo de Cemig para R$ 12,00; ações registram leve queda

jun 05, 2018

Investing.com - O Itaú BBA anunciou nesta terça-feira a redução do preço-alvo para as ações de Cemig (SA:CMIG4) de R$ 14,00 para R$ 12,00, mantendo a recomendação outperform para o ativo. Na visão dos analistas do banco, os papéis oferecem a melhor relação entre risco e retorno no setor elétrico. Com isso, as ações da companhia operam em queda de 0,26% a R$ 7,65.

Em documento enviado a clientes, os analistas do banco destacam que a Cemig segue sendo a favorita no setor, com estimativa de geração anual de fluxo de caixa de R$ 2 bilhões com a dívida líquida sobre Ebtida de 3,1 vezes no final de 2019.

Para o Itaú BBA, a Cemig deverá concluir a venda de sua operação de telecomunicações nos próximos meses, negócio que deve levantar entre R$ 600 milhões e R$ 700 milhões, ajudando assim a reduzir a reduzir a alavancagem da companhia elétrica mineira em 0,15 vez.

Revisão Tarifária

Em maio, a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou uma elevação média de 23,2% nas tarifas da distribuidora de energia Cemig-D, responsável pelo fornecimento em Minas Gerais.

Os clientes residenciais da elétrica, controlada pelo governo do Estado, terão aumento de 18,5 por cento nas contas, enquanto os consumidores de alta tensão, como indústrias, terão alta de 35,56 por cento.

Com Reuters.