Itaú BBA eleva recomendação de B2W para compra; preço-alvo em R$ 37,00

ago 03, 2018

Entre as maiores altas do Ibovespa na tarde desta sexta-feira, as ações da B2W (SA:BTOW3) têm ganhos de 31,29. Os ativos reagem positivamente à mudança da recomendação do Itaú BBA para compra, mantendo o preço-alvo em R$ 37,00. O documento, assinado pela equipe liderada por Thiago Macruz, reavaliou o potencial de geração de caixa inerente à mudança da empresa para o marketplace, conforme relatório a clientes nesta sexta-feira.

“Atualmente é difícil escolher vencedores, mas quase a metade do mercado ainda é mantida por 'players' menores, apenas esperando para ser engolida por marketplaces mais sofisticados. Uma mudança para o marketplace é uma mudança no sentido de se tornar um provedor de serviços”, afirmaram no documento.

O resultado da B2W referente ao segundo trimestre do ano será divulgado no próximo dia 9, após o fechamento do pregão.

A companhia reportou queda de 35% no prejuízo líquido, indo para R$ 115,1 milhões nos três primeiros meses do ano. Os números refletem uma melhora no resultado financeiro, que reduziu seu prejuízo em 44,1% para R$ 120,6 milhões.

Para a Coinvalores, os dados mostraram uma melhora considerável no consumo de caixa, com a B2W reduzindo o seu consumo de caixa, conseguindo reduzir em 58% neste trimestre rente o mesmo período do ano anterior.