Investidor estrangeiro volta a reduzir posição comprada na bolsa brasileira

out 16, 2018

Pela terceira sessão consecutiva, os investidores estrangeiros tiraram recursos do segmento Bovespa da B3. Somente na última quinta-feira, as compras foram de R$ 7,930 bilhões e as vendas de R$ 8,343 bilhões, levando ao resultado negativo de R$ 413,208 milhões. No acumulado do mês, o superávit é de R$ 1,424 bilhão.

Por outro lado, o investidor pessoa ingressou, em uma única sessão, com R$ 208,519 milhões, reflexo de aquisições de R$ 2,779 bilhões e alienações de R$ 2,570 bilhões. Dessa forma, esse tipo de investidor acumula saldo negativo de R$ 2,752 bilhões em outubro.

As empresas públicas e privadas aproveitaram o dia para aumentar a posição na bolsa, com as compras (R$ 210,543 milhões) superando as vendas (R$ 106,306 milhões) em R$ 104,237 milhões. Somente em outubro o resultado é negativo em R$ 168,564 milhões.

Já as instituições financeiras realizaram aquisições de R$ 527,484 milhões e vendas de R$ 570,486 milhões, o que levou ao resultado diário de -R$ 43,002 milhões. No mês, o resultado é de R$ 39,978 milhões.

Entre todas as operações de compras e vendas, o segmento Bovespa movimentou na sessão um total de R$ 30,102 bilhões, com média diária de R$ 33,915 bilhões e total acumulado no mês de R$ 305,559 bilhões.