Investidor estrangeiro já tirou R$ 739,6 milhões da bolsa brasileira em setembro

set 17, 2018

O saldo negativo de investimento estrangeiro no segmento Bovespa da B3 voltou a subir na sessão da última quarta-feira em R$ 118,035 milhões. Na jornada, as compras foram de R$ 4,225 bilhões e as vendas de R$ 4,343 bilhões. Dessa forma, o resultado acumulado do mês é negativo em R$ 739,640 milhões.

Entre o segmento institucional, o resultado da sessão foi superavitário em R$ 108,717 milhões, com as aquisições em R$ 2,325 bilhões e as alienações em R$ 2,217 bilhões. No mês, esse tipo de investidor acumula retiradas de R$ 359,733 milhões.

Os investidores pessoa física ampliaram a participação na bolsa, com entradas de R$ 1,554 bilhão e saídas de R$ 1,432 bilhão, resultado em saldo de R$ 122,3336 milhões no oitavo dia útil do mês. No acumulado de setembro, o resultado é de R$ 862,047 milhões.

Entre as empresas públicas e privadas, resultado do mês é de R$ 93,075 milhões, sendo que na oitava sessão de setembro foi negativa em R$ 59,393 milhões. As entradas acumulam R$ 526,956 milhões e as saídas de R$ 433,881 milhões.

Os investimentos das instituições financeiras tiveram resultado negativo de R$ 53,624 milhões, com entradas de R$ 382,697 milhões e saídas de R$ 436,321 milhões. No nono mês, o resultado de momento é de R$ 144,557 milhões.

Em oito dias, o segmento Bovespa girou, entre compras e vendas, um total de R$ 135,659 bilhões, o que leva a um resultado do dia R$ 17,101 milhões e uma média diária de R$ 16,957 milhões.