Ibovespa opera com ganhos; preocupação com guerra fiscal segue no radar

jun 22, 2018

Investing.com - Em dia marcado por um menor volume de negócios na parta de manhã devido ao jogo do Brasil pela Copa do Mundo, o Ibovespa opera com ganhos de 0,45% aos 70.387,53 pontos. As atenções dos investidores estão voltadas para o cenário externo, abrindo espaço para movimentos mais favoráveis, mas voltou a despertar alguma cautela após declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a possibilidade de sobretaxar carros da União Europeia.

O noticiário político e econômico mais esvaziado desta sessão, em dia positivo para commodities, abre espaço para recuperação em praças internacionais, ao final de uma semana fortemente marcada pela aversão a risco diante da disputa comercial entre Estados Unidos e China. O petróleo dispara mais de 4% em Nova York com a decisão da Opep de aumentar a oferta em volume inferior ao antecipado pelo mercado.

Trump, ameaçou nesta sexta-feira impor sobretaxas de 20 por cento sobre exportações de veículos da União Europeia, um mês depois que seu governo iniciou análise sobre se as importações de automóveis europeus representam uma ameaça à segurança nacional.

"Se estas tarifas e barreiras não forem quebradas e removidas, vamos colocar uma tarifa de 20 por cento sobre todos os carros deles que vierem aos EUA. Fabriquem eles aqui!", escreveu Trump em sua conta no Twitter.

No cenário local, nova pesquisa da XP mostrou uma leve variação para baixo, dentro da margem de erro, das intenções de voto em Jair Bolsonaro, que passou a empatar no segundo turno com Ciro Gomes, Marina Silva e Geraldo Alckmin.

A Petrobras (SA:PETR4) perdeu força depois de abrir com ganhos de mais de 3%, mostrando que o mercado havia precificado ontem a derrota da companhia no TST. Por 13 votos a 12, o tribunal decidiu a favor dos trabalhadores em uma disputa que poderá custar R$ 17 bilhões à estatal.

As ações da Vale (SA:VALE3) e das siderúrgicas buscam a recuperação no pregão sexta-feira, com investidores mostrando certo otimismo com a notícia de que algumas autoridades da Casa Branca estão tentando retomar as negociações com a China para evitar uma guerra comercial. A mineradora Com isso, as ações da Vale operam com alta de 1,3% a R$ 47,85, enquanto as da Bradespar (SA:BRAP4) somam 0,9% a R$ 27,89. Entre as siderúrgicas, os ativos da CSN (SA:CSNA3) registram ganhos de 3,2% a R$ 7,79, enquanto os da Usiminas (SA:USIM5) viraram para o negativo com -0,7% a R$ 7,21 e a Gerdau (SA:GGBR4) valoriza 2% a R$ 14,30 e a Metalúrgica Gerdau (SA:GOAU4) avança 2,5% a R$ 6,41.

As ações da BRF (SA:BRFS3) são um dos destaques positivos no Ibovespa, com ganhos de 3,9% a R$ 19,84. Na noite de ontem, a companhia informou que estuda a venda em bloco de parte da participação que detém na Minerva (SA:BEEF3), que ganha 7% a R$ 6,93.. Apesar disso, ressaltou que não há a confirmação de que a operação será realizada.

A Localiza (SA:RENT3) sobe 3% após anunciar ontem a aprovação da distribuição de proventos de R$ 42,9 milhões e um novo programa de recompra de ações.

Após o forte tombo da sessão de ontem, quando perdeu mais de 8%, as ações da Eletrobras (SA:ELET3) operam com valorização de 4% a R$ 12,86. O mercado está pessimista com o andamento da privatização da estatal e a venda das subsidiárias. Ontem, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, admitiu ontem a possibilidade de a privatização da Eletrobras não ocorrer neste ano.

A Duratex (SA:DTEX3) opera com forte alta de 8% a R$ 8,76 depois de fato relevante na noite de ontem comunicando acordo para a formar uma joint-venture com o grupo austríaco Lenzing no projeto de construção de uma fábrica de celulose solúvel que terá investimento total de cerca de US$ 1 bilhão.

Com Reuters.