Ibovespa futuro inicia semana com nova desvalorização

jun 11, 2018

Investing.com - Após fechar as últimas quatro sessões com perdas, o índice futuro do Ibovespa iniciou os negócios desta segunda-feira com uma nova desvalorização de 0,30% aos 73.345 pontos. O dia mostra a indefinição de rumo nos índices futuros das bolsas americanas.

A semana será marcada por importantes indicadores da economia dos Estados Unidos, como a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI) na terça-feira e a inflação ao produtor (PPI) na quarta-feira. Destaque também para os números das vendas do varejo (quinta-feira) e produção industrial (sexta-feira).

Apesar destes dados, o mercado aguarda com maior atenção a reunião do Fomc, que tem início na terça-feira e desfecho na quarta-feira. A expectativa é de uma elevação dos juros americanos, com as atenções voltadas para a entrevista coletiva que será concedida por Jerome Powell, também na quarta-feira.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) acelerou a alta a 1,50 por cento na primeira prévia de junho, sobre 1,12 por cento no mesmo período do mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira. O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,48 por cento, a 22.804 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,34 por cento, a 31.063 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,48 por cento, a 3.052 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, ficou estável em 3.779 pontos.

Na Europa, onde os mercados já estão abertos, o dia mostra-se positivo. Em Frankfurt, o DAX tem ganhos de 0,33% aos 12.80971 pontos, enquanto em Londres, o FTSE registra valorização de 0,76% aos 7.739,47 pontos. Já em Paris, o CAC opera com alta de 0,25% aos 5.463,88 pontos.

Commodities

Os contratos futuros do minério de ferro encerram a jornada desta segunda-feira, na bolsa chinesa da Dalian, com leve valorização de 0,64% a 470.0 iuanes para cada tonelada, para os papéis com data de vencimento em setembro deste ano. Com isso, a variação diária da cotação da commodity foi de 3 iuanes.

No caso do vergalhão de aço, que tem seus negócios na bolsa de mercadorias de Xangai, foi registrada valorização de 2 iuanes a 3.803 iuanes por cada tonelada do produto, nos contratos com data de vencimento em outubro. O segundo ativo de maior liquidez, para janeiro de 2019, foi registrado queda de 3 iuanes para um total de 3.24 iuanes por cada tonelada.

No caso do petróleo, o barril segue a tendência de queda. O WTI, tipo de referência em Nova York, a baixa é de 1,25%, ou US$ 0,82, a US$ 64,92. Já do outro lado do oceano, em Londres, a referência fora dos EUA, o Brent, caiu 1,05%, ou US$ 0,80, a US$ 75,66.

Mercado Corporativo

O Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), que reúne federações e sindicatos de trabalhadores de empresas de energia, convocou funcionários da estatal Eletrobras (SA:ELET3) para uma paralisação de 72 horas em protesto contra o plano do governo de privatizar a companhia e suas subsidiárias de distribuição.

A Eletrobras é responsável por cerca de um terço da capacidade instalada de geração de energia no Brasil e por quase metade da transmissão, além de controlar distribuidoras no Norte e no Nordeste.

Mas os sindicatos garantem que não haverá prejuízo aos consumidores, uma vez que equipes de manutenção e urgência vão prestar serviços essenciais e atuar em casos de emergências.

A greve dos caminhoneiros afetou as entregas de produtos comprados pela internet, com metade dos clientes reportando que ainda não receberam as encomendas, segundo levantamento do site de avaliação de consumidores Reclame Aqui.

Das 24,4 mil pessoas que responderam à enquete, 46,5 por cento afirmaram terem tido dificuldades devido à paralisação. Quarenta por cento disseram ter feito compras online antes da greve, 10,4 por cento compraram durante a greve e 7,2 por cento fizeram compra após a paralisação.

A petroleira Chevron nomeou o presidente no Brasil para dirigir suas operações venezuelanas, após os meses de detenção de dois executivos aumentarem as tensões entre a nação-membro da Opep e empresas petrolíferas estrangeiras.

Javier La Rosa, presidente da Chevron Brasil desde 2016, foi nomeado neste mês presidente da Chevron Venezuela, confirmou a empresa à Reuters nesta sexta-feira. Ele substituiu o presidente da empresa na Venezuela, Christopher Whatley.

Agenda de Autoridades

Mais uma vez, a agenda pública oficial não traz nenhum compromisso oficial para o presidente Michel Temer para a segunda-feira.

O dia do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tem início com uma audiência com o Banco Central, Ilan Goldfajn e dirigentes de instituições financeiras. Mais tarde, participa da reunião do Prisma Fiscal.

No meio do dia, Guardia tem reunião com o presidente da Petrobras (SA:PETR4), Ivan Monteiro. Na parte da tarde, o ministro participa da palestra da 5ª Conferência Anual do Goldman Sachs no Brasil. Ao final do dia, estará presente em palestra da reunião da diretoria da FIESP.

Com Reuters.