Ibovespa futuro abre a quarta-feira com ganhos e ensaiando recuperação

set 12, 2018

Após encerra a sessão de ontem com forte queda de 2,43% com as preocupações com o cenário eleitoral, o índice futuro do Ibovespa abre a quarta-feira com ganhos de 0,67% aos 75.620 pontos. Apesar dos números divulgados ontem pelo Ibope, a cena de incertezas deve permanecer nos próximos dias.

A China disse à Organização Mundial do Comércio (OMC) que quer impor 7 bilhões de dólares por ano em sanções aos Estados Unidos em retaliação ao não cumprimento por parte de Washington de uma decisão em uma disputa sobre as taxas de dumping norte-americanas.

O vice-premiê chinês, Hu Chunhua, disse nesta quarta-feira que os países deveriam "rejeitar categoricamente" o protecionismo no comércio.

Na agenda americana, destaque para a divulgação dos Índice de Preços ao Produtor (PPI) e também os estoques de petróleo americano, principalmente com a preocupação com o cenário geopolítico e a aproximação de um furacão na costa americana.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo registrou alta de 0,40 por cento na primeira quadrissemana de setembro, depois de ter encerrado agosto com avanço de 0,41 por cento, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta quarta-feira.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

O Instituto Ibope divulgou ontem uma nova pesquisa de intenção de votos para os candidatos a presidente. De acordo com a pesquisa, Jair Bolsonaro (PSL) tem 26% das intenções de voto. Na sequência, há quatro candidatos tecnicamente empatados disputando o segundo lugar: Ciro Gomes (PDT) com 11%; Marina Silva (Rede), 9%; Geraldo Alckmin (PSDB), 9%; e Fernando Haddad (PT), 8%.

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,27 por cento, a 22.604 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,29 por cento, a 26.345 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,33 por cento, a 2.656 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,69 por cento, a 3.202 pontos.

Na Europa, a sessão é de ganhos para a maior parte das praças. Em Frankfurt, o DAX avança 0,25% aos 12.000,70 pontos, enquanto que em Londres o FTSE soma 0,16% aos 7.285,75 pontos. Já em Paris, o CAC tem valorização de 0,63% aos 5.317,16 pontos.

Commodities

A jornada desta quarta-feira foi marcada por uma nova queda nos preços do minério de ferro na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. Os contratos com data de vencimento em janeiro do próximo ano perderam 0,81% a 492,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária negativa de 4,00 iuanes.

No caso do vergalhão de aço, o dia também foi de perdas na bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato de maior liquidez, com data de vencimento em janeiro de 2019, recuou 113 iuanes para um total de 4.050 iuanes para cada tonelada. Já o ativo com vencimento em outubro deste ano caiu 99 iuanes para 4.413 iuanes por tonelada.

O preço do petróleo segue em alta nos mercados internacionais com a tensão geopolítica a formação de um furacão na costa dos Estados Unidos. O barril do tipo WTI, negociado em Nova York, tem ganhos de 0,92%, ou US$ 0,64, a US$ 69,89, enquanto que em Londres o Brent soma 0,20%, ou US$ 0,16, a US$ 79,22.

Mercado Corporativo

O mega leilão do petróleo excedente da área da cessão onerosa deverá ficar para o primeiro semestre de 2019, a depender do próximo governo, afirmou nesta terça-feira o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix.

O governo do presidente Michel Temer tentou realizar o leilão sob sua gestão, e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) chegou a prever que seria possível promover a licitação em 29 de novembro.

No entanto, a oferta do petróleo excedente da região apenas será possível após um acordo entre Petrobras (SA:PETR4) e governo a respeito da renegociação do contrato da cessão onerosa e depois da aprovação de um projeto de lei no Senado sobre o assunto, que pode autorizar a licitação.

Estudo elaborado pelo Comitê de Assuntos Setoriais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aponta perspectiva de investimento de 1,03 trilhão de reais no período de 2018 a 2021 em 20 setores da economia, sendo 12 da indústria e oito da área de infraestrutura, de acordo com comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira.

"A última vez em que os valores mapeados superaram essa marca foi no levantamento feito em meados de 2015 para o período de 2015 a 2018", destacou o banco.

Entre os fatores determinantes para esse cenário estão, segundo o BNDES, um aumento dos preços internacionais de commodities, a recuperação da demanda interna e políticas públicas e programas de concessão de serviços públicos.

Os acionistas da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, não devem vender suas participações no empreendimento no curto prazo, disse um diretor do fundo de pensão Petros nesta terça-feira, durante evento em Florianópolis (SC).

A enorme usina, no rio Xingu, tem investimentos estimados em mais de 35 bilhões de reais, mas o diretor de investimentos da Petros, Daniel Lima, disse que ela não deverá exigir novos aportes dos sócios até a conclusão das obras e em breve irá gerar um fluxo de caixa estável, pagando dividendos aos acionistas.

A hidrelétrica é controlada pela Norte Energia, que tem como principais sócios subsidiárias da Eletrobras (SA:ELET3), as elétricas Neoenergia, Cemig (SA:CMIG4), e Light (SA:LIGT3) e os fundos de pensão Petros e Previ, além da mineradora Vale (SA:VALE3).

A governadora de Roraima, Suley Campos, pedi ao Ministério de Minas e Energia (MME) que a Eletrobras faça a manutenção da linha de transmissão da usina hidrelétrica Guri, na Venezuela. O linhão de transmissão de energia da usina abastece 10 dos 15 municípios do estado que sofre com uma rotina de interrupções constantes no fornecimento de energia. O restante do suprimento vem do acionamento de usinas termelétricas.

O pedido foi feitos durante reunião da governadora com o ministro Moreira Franco para tratar da situação do estado, após a Venezuela cogitar suspender o fornecimento de energia a Roraima, em razão da falta de pagamento pelo suprimento de eletricidade.

"O que está se passando com Guri é a falta de manutenção de toda a rede elétrica que vai para Roraima. Sugerimos [ao ministro] se a Eletrobras poderia, com a permissão do governo da Venezuela, fazer a manutenção de toda a linha de transmissão para que possamos ter novamente a qualidade no fornecimento de energia para o nosso estado”, disse Suely.

As contratações de crédito agrícola, no primeiro bimestre do Plano Agrícola e Pecuário 2018/19, tiveram acréscimo de 45%, na comparação com o mesmo período da safra passada atingindo R$ 34,1 bilhões, com 139.155 operações.

Os números fazem parte do levantamento realizado mensalmente pelo Departamento de Crédito e Estudos Econômicos da Secretaria de Política Agrícola e estão disponíveis no Portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Entre os recursos liberados R$ 20,8 bilhões foram destinados para operações de custeio, o que representa um aumento de 35%, o maior desembolso dos últimos cinco anos. Na safra 2014/15, foram R$ 25,5 bilhões; em 2015/16, foram R$ 26,6 bilhões; na safra seguinte, R$ 19,5 bilhões; e na safra passada, R$ 23,6 bilhões.

A empresa de carnes Minerva (SA:BEEF3) informou que seu conselho de administração aprovou nesta terça-feira um aumento do capital de até 1,059 bilhão de reais.

A proposta prevê a subscrição de até 165 mil ações com preço de 6,42 reais cada. Além disso, os acionistas que participarem da operação receberão bônus que lhes darão o direito de subscrever uma ação adicional.

A proposta será submetida a aprovação de acionistas em assembleia geral extraordinária, afirmou a Minerva por meio de fato relevante.

Agenda de Autoridades

O presidente Michel Temer se reúne na manhã desta quarta-feira com Alexandre Baldy, Ministro das Cidades. Na parte da tarde, tem encontro com Rubens Ometto Silveira Mello, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Cosan (SA:CSAN3) e Henrique de Bastos Malta, Diretor da Cosan. O dia termina com uma reunião com Joaquim Silva e Luna, Ministro de Estado da Defesa.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, está viajando para Fortaleza, onde visita pela manhã a unidade do CrediAmigo. Na parte a tarde, se reúne com Romildo Carneio Rolim, presidente do Bando do Nordeste do Brasil.