Ibovespa avança mais de 3%; forte alta das estatais puxa desempenho do índice

out 03, 2018

O principal índice da bolsa de valores de São Paulo, o Ibovespa, inicia a sessão desta quarta-feira com forte valorização de 3,33% aos 84.330,94 pontos, mais uma vez puxada pela pesquisa Datafolha divulgada na noite de ontem, mostrando o crescimento de Jair Bolsonaro (PSL) para 32%, contra 21% de Fernando Haddad (PT). Além disso, o levantamento mostra o deputado numericamente a frente do petista na simulação para o segundo turno.

Assim como na véspera, quase todas as ações que fazem parte do índice operam com ganhos expressivos. As ações da Petrobras (SA:PETR4)saltam 8,67% a R$ 22,82, que além do cenário político, se aproveita do preço do barril do petróleo do tipo Brent a US$ 84,69.

Também se destacam na sessão as ações dos bancos e das estatais. Bradesco (SA:BBDC4) PN alta 8,00%, enquanto Itaú Unibanco (SA:ITUB4) tem valorização de 7,26%, já Bradesco ON (SA:BBDC3) sobe 6,15% a R$ 29,00. Entre as empresas estatais, Copel (SA:CPLE6) ganha 7,73% e Cemig (SA:CMIG4) 6,91%.

No caso da Eletrobras (SA:ELET3), a alta é de 9,89% para as ações ordinárias a R$ 16,55, com as do Banco do Brasil (SA:BBAS3) saltando 11,52%

Também se beneficiam do movimento as ações da Gol (SA:GOLL4) (+10,88%), Cyrela (SA:CYRE3) (+7,18%), Localiza (SA:RENT3) (+6,90%), Magazine Luiza (SA:MGLU3) (+6,87%), entre outras.

Dólar cai abaixo de 3,85

O dólar cede fortemente no pregão de hoje acompanhando o bom humor dos investidores com a força de Bolsonaro nas pesquisas. A moeda chegou a ser negociada abaixo de R$ 3,85 nesta manhã, seguindo a trajetória de baixa já verificada ontem.

A divisa é vendida a R$ 3,8523 às 10h55, depois de bater a mínima de 3,8229 reais. O dólar futuro tinha baixa de cerca de 2,3 por cento.

Datafolha

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, ampliou sua vantagem na liderança da corrida pelo Palácio do Planalto, registrando 32 por cento das intenções de voto, mostrou pesquisa Datafolha divulgada ontem, que apontou o candidato do PT, Fernando Haddad, com 21 por cento.

No levantamento divulgado na sexta-feira, o presidenciável do PSL tinha 28 por cento e o petista registrava 21 por cento.

Em simulação de segundo turno, Bolsonaro aparece à frente de Haddad, por 44 a 42 por cento. Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, os dois estão em empate técnico nessa disputa.

A nova pesquisa, divulgada no site do jornal Folha de S.Paulo, mostrou ainda o candidato do PDT, Ciro Gomes, com 11 por cento das intenções de voto para o primeiro turno, repetindo a taxa anterior, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 9 por cento, ante 10 por cento.

O Datafolha ouviu 3.240 eleitores em 225 municípios brasileiros nesta terça-feira.

Com Reuters.