Futuros do minério de ferro voltam a recuar na bolsa chinesa da Dalian

set 12, 2018

A jornada desta quarta-feira foi marcada por uma nova queda nos preços do minério de ferro na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. Os contratos com data de vencimento em janeiro do próximo ano perderam 0,81% a 492,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária negativa de 4,00 iuanes.

No caso do vergalhão de aço, o dia também foi de perdas na bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato de maior liquidez, com data de vencimento em janeiro de 2019, recuou 113 iuanes para um total de 4.050 iuanes para cada tonelada. Já o ativo com vencimento em outubro deste ano caiu 99 iuanes para 4.413 iuanes por tonelada.

O principal índice acionário da China fechou em seu nível mais baixo desde janeiro de 2016, já que as preocupações com a guerra comercial continuaram a afetar a confiança dos investidores, com a China reivindicando 7 bilhões de dólares em sanções contra os Estados Unidos devido a taxas de dumping.

A China disse à Organização Mundial do Comércio (OMC) que quer impor 7 bilhões de dólares por ano em sanções aos Estados Unidos em retaliação ao não cumprimento por parte de Washington de uma decisão em uma disputa sobre as taxas de dumping norte-americanas.

O vice-premiê chinês, Hu Chunhua, disse nesta quarta-feira que os países deveriam "rejeitar categoricamente" o protecionismo no comércio.

Com Reuters.