Futuros do minério de ferro registram nova desvalorização na bolsa da Dalian

mai 25, 2018

Investing.com - Os contratos futuros do minério de ferro, negociados na bolsa chinesa de Dalian, fecharam a sessão desta sexta-feira com queda de 0,76% a 454,50 iuanes por tonelada, o que representa variação diária de 3,5 iuanes nos ativos com data de vencimento em setembro deste ano.

No caso do vergalhão de aço, os papéis com vencimento em outubro, o mais líquido para o produto negociado na bolsa de Xangai, tiveram ganhos de 17 iuanes para 3.536 iuanes para cada tonelada do produto. Já os ativos de janeiro de 2019, o segundo de maior volume de negócios, os ganhos foram de 12 iuanes a 3.485 iuanes por tonelada.

Os mercados acionários da China recuaram nesta sexta-feira e registraram a pior semana em mais de um mês, com o sentimento piorando após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter cancelado uma reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, planejada para junho.

Na quinta-feira, Trump cancelou uma reunião histórica com o líder norte-coreano Kim Jong Un, agendada para junho, citando a "hostilidade aberta" de Pyongyang, e advertiu que os militares dos EUA estavam prontos para qualquer ato imprudente da Coreia do Norte.

Somando-se às preocupações dos investidores com uma guerra comercial, o governo Trump lançou uma investigação de segurança nacional sobre as importações de carros e caminhões que poderia levar a novas tarifas dos EUA, semelhantes às impostas ao aço e alumínio importados em março.

O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, visitará a China no início do próximo mês para mais uma rodada de negociações em meio a atritos comerciais entre as duas maiores economias do mundo.

O vice-ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Kim Kye Gwan, disse que Pyongyang ainda espera uma "fórmula Trump" para resolver o impasse sobre seu programa de armas nucleares, observando que o país está aberto a resolver questões com os EUA.

Com Reuters.