Espanha - Ações fecharam o pregão em queda e o Índice IBEX 35 recuou 1,69%

out 11, 2018

Espanha - As ações fecharam em queda no pregão de quinta-feira, com perdas nos setores de Produtos Químicos, Petróleo e Plástico, Construção civil e Serviços financeiros, levando as ações a uma baixa.

No encerramento em Madri, o Índice IBEX 35 perdeu 1,69%, alcançando novo nível recorde mínimo de 52 semanas.

O melhor desempenho da sessão no Índice IBEX 35 veio das ações da Grifols SA (MC:GRLS), que subiram 0,64%, o que corresponde a 0,140 pontos, sendo negociadas a 22,000 no fechamento do pregão. Enquanto isso, as ações da Cellnex Telecom SA (MC:CLNX) adicionaram 0,33%, ou 0,07 pontos, terminando o dia em 21,12, e as da Melia Hotels International SA (MC:MEL), que avançaram 0,22%, ou 0,020 pontos, no final das operações com 9,160.

O pior desempenho da sessão foi das ações da Endesa (MC:ELE), que caiu 4,49% ou 0,845 pontos, com os papéis sendo negociados a 17,970 em seu fechamento. Acciona Sa (MC:ANA) recuou 4,36%, ou 3,400 pontos, terminando em 74,500, e Naturgy Energy Group SA (MC:GAS) diminuiu 4,06%, ou 0,930 pontos, para 21,990.

As ações em queda superaram os papéis com resultados positivos na Bolsa de valores de Madrid com uma diferença de 146 a 28, enquanto 20 terminaram sem alterações.

Os contratos futuros de ouro para entrega em dezembro, subiram 2,43%, ou 29,00, para $1.222,40 por onça troy. Em outras commodities, petróleo para entrega em novembro, recuou 2,09%, ou 1,53, para atingir $71,64 por barril, enquanto os futuros de petróleo brent para entrega em dezembro, recuaram 2,25%, ou 1,87, negociados a $81,22 por barril.

O par EUR/USD subiu 0,49% para 1,1578, enquanto o par EUR/GBP avançou 0,45%, para 0,8772.

O Índice Dólar Futuros, por sua vez, aumentou 0,38% em 94,86.