Equatorial salta mais de 4% após arrematar Cepisa em leilão na B3

jul 26, 2018

Após arrematar a Cepisa, distribuidora da Eletrobras (SA:ELET3) no Piauí, as ações da Equatorial Energia (SA:EQTL3) operam com forte valorização de 4,14% a R$ 61,65 na bolsa paulista. O leilão de privatização realizado nesta quinta-feira na sede da B3, ao apresentar a única proposta pela empresa.

O lance da Equatorial, que já controla distribuidoras no Maranhão e no Pará, foi de 119 pontos em um índice técnico que combina a proposta da empresa para flexibilização das tarifas da Cepisa com a oferta de bônus de outorga.

A Cepisa foi a primeira das seis distribuidoras da Eletrobras a ser privatizada. No último dia 18, o BNDES havia afirmado que manteria a realização do leilão no dia 26, após uma decisão judicial ter suspendido uma liminar que impedia o leilão das subsidiárias da Eletrobras.

Para o Itaú BBA, a companhia era um dos participantes favoritos para vencer a concessão, especialmente dada a sinergia com seu portfólio atual (Cemar (SO:ENMA3B) e Celpa) e sua alavancagem relativamente moderada quando comparada com outros consolidadores, como Neoenergia e Energisa (SA:ENGI4), explicou a equipe do analista Gustavo Miele, em nota enviada a clientes.

Já a licitação das empresas que atuam em Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia é prevista para 30 de agosto. A venda da Ceal, do Alagoas, segue suspensa devido a uma decisão em separado do ministro Lewandowski, que suspendeu a privatização da empresa após ação movida pelo governo do Estado de Alagoas.