Eletrobras lidera perdas do Ibovespa com adiamento de projeto de lei na Câmara

jun 21, 2018

Investing.com - O adiamento do projeto de lei que viabiliza a venda das distribuidoras da Eletrobras (SA:ELET3) leva as ações da estatal a registrarem forte queda de 3,85% a R$ 12,98, liderando as perdas do Ibovespa na manhã desta quinta-feira.

A notícia traz preocupação para o setor elétrico. O projeto permite que as dívidas bilionárias das companhias sejam pagas com fundos setoriais, o que possibilitaria a atração de investidores aos leilões, marcados para o dia 26 de julho.

Agora, caso o projeto não seja aprovado, a solução apontada por especialistas do setor é a liquidação das subsidiárias da Eletrobras no Norte e Nordeste.

Interessados no leilão de privatização de seis distribuidoras de energia da Eletrobras, agendado para 26 de julho, terão que entregar suas propostas pelas empresas que atuam no Norte e Nordeste em 19 de julho.

A venda das deficitárias distribuidoras é vista como importante para viabilizar a desestatização da Eletrobras como um todo, que o governo do presidente Michel Temer vinha prometendo realizar ainda neste ano.

O edital divulgado pelo BNDES prevê a entrega de documentos de habilitação, garantia e proposta econômica pelos interessados nas empresas em 19 de julho, entre 9h e 12h.

A sessão pública, na bolsa paulista B3, será em 26 de julho, às 10h, sendo que a assinatura dos contratos de concessão pelos novos donos das distribuidoras é prevista para entre 18 de setembro e 31 de outubro.

Segundo o edital, vencerão a disputa por cada distribuidora as ofertas com a melhor combinação entre o maior valor de outorga a ser pago e a maior flexibilização das tarifas praticadas pela empresa, o que será calculado por meio de um índice.