Eletrobras cai mais de 10% com MP saindo da pauta da Câmara dos Deputados

mai 23, 2018

Investing.com - As ações da Eletrobras (SA:ELET3) operam em forte queda e chegaram a entrar em leilão no início da jornada desta quarta-feira na B3. O mercado reage negativamente à declaração do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, de retirar a tramitação a Medida Provisória que trata da privatização da estatal da pauta da casa. Com isso, a MP deve perder a validade.

Os papéis da estatal lideram as perdas do Ibovespa, com os ON recuando 12,03% a R$ 15,87, enquanto os PNB caem 9,18% a R$ 18,66.

Maia destacou que o governo deverá enviar ao Legislativo um projeto de lei sobre o mesmo tema em substituição à MP que perderá a validade no dia 1ª de junho.

O texto da MP aprovado em comissão mista do Congresso era apontado como favorável à estatal, de acordo com o seu presidente, Wilson Ferreira, e deveria garantir que a companhia conseguisse viabilizar quase R$ 8 bilhões em créditos pleiteados junto a fundos do setor elétrico.

A empresa avaliou anteriormente que o texto da MP eliminaria cobranças bilionárias feitas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) à Eletrobras e ainda daria à empresa o direito a ressarcimentos.

A desestatização da Eletrobras também está sendo discutida em outra proposta, o projeto de lei 9.463/2018. A matéria autoriza e detalha o plano de emissão de novas ações da empresa no mercado financeiro até que a União deixe de ter o controle. Há duas semanas, o relator do projeto, deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), deu parecer favorável e os parlamentares tem até hoje para propor alterações ao texto.

Com Reuters.